Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Grandes Sons

Um pouco de música todos os dias. Ao vivo, em vídeo, discos, singles, notícias, fotos. Tudo à volta do rock e derivados.

Grandes Sons

The Legendary Tigerman regressa este Natal à Galeria ZDB

ltm.jpg

 

E na noite de Natal, o Rock n´Roll volta a descer à Terra para aquecer o coração aos solitários. Com as ruas vazias e os espíritos dominados por sentimentos confusos (alívio, paz, depressão, melancolia, tédio), não há nada como o estrépito do som das guitarras e a ameaça de uma voz tecida nas imagens da América profunda. Música fantasiosa para libertar da fantasia.

O anfitrião voltar a ser The Legendary Tigerman, sempre a solo, sempre acompanhado de instrumentos e canções. É um caso raro, este. Um homem convidar os outros, com a sua música, sem alaridos, apenas com a convicção serena de que ela bastará para o sucesso do chamamento. Ora, no repertório do homem-tigre não faltam canções que têm, exactamente, a capacidade de congregar os outros à sua volta. Por exemplo, “Do Come Home” ou “Life Aint Enough For You”. E o mais importante, sobretudo nesta noite, não se impõem a quem as ouve. Deixam-se estar ou acomodam-se às emoções de quem chega. Não se pense que curam, que são uma espécie de lenitivos. The Legendary Tigerman não traz uma mensagem de harmonia ou de paz. Não faltará turbulência e agitação nesta noite.

O rock and roll foi feito para amar, sim, mas também para dançar. O que se pode fazer ao som de Bad Luck Rhythm N´Blues Machine senão dançar? Uma comunhão libertadora para os dias seguintes. Assim será este concerto onde todos serão meninos e rei magos. 

 

INFORMAÇÕES DE BILHETEIRA

Entrada: 15€

Bilhetes disponíveis na Tabacaria Martins e ZDB (Quarta a Sábado das 18h às 23h). A ZDB não aceita reservas para este concerto. Lotação limitada para a noite de 25 de Dezembro.

 

Angel Olsen na ZdB

Angel-Olsen-1.jpg

Uma das estreias mais aguardadas em Portugal vai acontecer pela mão da Zé dos Bois.

Angel Olsen vem a Portugal no dia 8 de Setembro para um concerto em nome próprio, na Trienal de Arquitectura de Lisboa. Depois de já por cá ter passado com o Bonnie Prince Billy, vem agora encantar-nos com as canções do seu aclamado álbum de estreia, Burn Your Fire For no Witness. Bilhetes à venda na Flur Discos e na Tabacaria Martins.

 

via Arte-Factos

ZdB a Abrir 2011 em Força

A Galeria Zé dos Bois decidiu apostar em grande no início deste ano novo.

Durante o mês de Janeiro serão muitos e variados os motivos que nos vão obrigar a ir até à Rua da Barroca, no Bairro Alto. O ciclo de concertos 2011 arranca no dia 7 de Janeiro com a actuação de JP Simões. O autor de 1970 irá apresentar-se ao vivo acompanhado pela guitarra eléctrica de Afonso Pais, autor do luxuoso Fluxorama (jazz elegante, sofisticado e sem sebo).

No dia 14 regressa mais uma edição da "Noite às Novas", espaço privilegiado para a descoberta de novos valores: actuarão Rudolfo, EITR, Robert Foster e Alek Rein.

No dia seguinte, 15 de Janeiro, o influente minimalista Phill Niblock actuará ao lado de Gerd Stern e Katherine Liberovskaya. A 20 de Janeiro o "aquário" receberá talvez a maior enchente do mês: vêm aí os Japanther , com o duo Shellshag na primeira parte. De regresso ao produto nacional, no dia 22 actua Nick Nicotine & His Mystical Orchestra, com Mike Styles na abertura. O mês encerra com outro nome grande, no dia 30 chegam os californianos OM, num concerto que vai contar com um solo do potente Gabriel Ferrandini na primeira parte.

 

in BodySpace.net

Zu Hoje na ZdB

O convite à transgressão total que é a música dos italianos ZU regressa à ZDB para nova erupção mutante de sons cruzados, de choque, unificados e particularizados pelo génio em sobressalto de Jacopo Battaglia (bateria), Massimo Pupillo (baixo) e Luca T. Mai (saxofones alto e barítono).

Com raízes profundas na militância punk-hardcore, os ZU abordam o jazz a partir da sua natureza pulsionada (algures entre o fogo de Arthur Doyle e a rajada de Peter Brötzmann), abrindo-o a todo o género de contaminações num jogo de simultaneidades sem fim. Mike Patton e King Buzzo (The Melvins), os mais recentes colaboradores do trio (ambos participam no álbum “Carboniferous”, editado este ano), reflectem exemplarmente essa constante aproximação do grupo a todas as ideias traduzíveis em sons – para marcá-las, para feri-las. MP

fonte: ZdB

Josephine Foster + Sonny Simmons + Bobby Few + Masa Kamaguchi + Osso Exótico (Lisboa) Hoje no 14º Aniversário da ZDB

Parabéns à Galeria Zé dos Bois no Bairro Alto. São 14 anos devidamente festejados logo à noite.
O Jazz Ao Centro Clube e a Zé dos Bois trazem a Portugal o trio que junta os norte-americanos Sonny Simmons (saxofone) e Bobby Few (piano), duas figuras marcantes da história do jazz contemporâneo, ao japonês Masa Kamagushi (contraixo).
O aniversário é marcado também pelo regresso de Josephine Foster.

Josephine Foster é hoje uma das mais talentosas compositoras norte-americanas. Com uma conturbada passagem pela escola de ópera, da qual desistiu pela rigidez do ensino, encontrou nas suas composições a liberdade formal e criativa que tanto ambicionava. Depois de alguns lançamentos caseiros mais ou menos obscuros, gravou enquanto Born Heller, duo que partilha com o contrabaixista Jason Ajemian. No entanto, é com a inclusão de uma canção sua em Golden Apples Of The Sun - compilação curada por Devendra Banhart para a revista Arthur - que chega a um público mais alargado. Em A Wolf In Sheep's Clothing (Locust, 2006), recupera de forma singular o cancioneiro das art-songs alemãs do Século XIX. De regresso ao Aquário, Foster traz-nos o seu mais recente disco, o lindíssimo This Coming Gladness (Bo'Weavil Recordings, 2008).

Extra Golden Hoje na ZdB

in ZdB:
Extra Golden
Dois quenianos, Onyango Wuod Omari e Opiyo Bilongo, e dois norte-americanos, Ian Eagleson e Alex Minoff, estão a dar a melhor festa multicultural do planeta. A celebração chama-se Extra Golden e mistura a música benga do Quénia com o que a pop ocidental tem de mais imaginativo e vanguardista. Ficar em casa e perder isto é ficar irremediavelmente para trás.

Com dois discos já editados pela Thrill Jockey ("Ok-Oyot System" e "Hera Ma Nono", ambos obrigatórios), os Extra Golden querem tudo para toda a gente. São libertinagem rítmica e melódica miscigenada, para dar e receber. Ainda assim, a sua música é autêntica, perguntarão os polícias das chamadas músicas do mundo? É autêntica para eles, e isso chega.
Concerto marcado para as 22h.

redes sociais

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Mais sobre mim

foto do autor

Links

actualize-se

Festivais

  •  
  • sirva-se

  •  
  • blogues da vizinhança

  •  
  • músicas do mundo

  •  
  • recordar João Aguardela

  •  
  • ao vivo

  •  
  • lojas

  •  
  • Arquivo

    1. 2018
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    14. 2017
    15. J
    16. F
    17. M
    18. A
    19. M
    20. J
    21. J
    22. A
    23. S
    24. O
    25. N
    26. D
    27. 2016
    28. J
    29. F
    30. M
    31. A
    32. M
    33. J
    34. J
    35. A
    36. S
    37. O
    38. N
    39. D
    40. 2015
    41. J
    42. F
    43. M
    44. A
    45. M
    46. J
    47. J
    48. A
    49. S
    50. O
    51. N
    52. D
    53. 2014
    54. J
    55. F
    56. M
    57. A
    58. M
    59. J
    60. J
    61. A
    62. S
    63. O
    64. N
    65. D
    66. 2013
    67. J
    68. F
    69. M
    70. A
    71. M
    72. J
    73. J
    74. A
    75. S
    76. O
    77. N
    78. D
    79. 2012
    80. J
    81. F
    82. M
    83. A
    84. M
    85. J
    86. J
    87. A
    88. S
    89. O
    90. N
    91. D
    92. 2011
    93. J
    94. F
    95. M
    96. A
    97. M
    98. J
    99. J
    100. A
    101. S
    102. O
    103. N
    104. D
    105. 2010
    106. J
    107. F
    108. M
    109. A
    110. M
    111. J
    112. J
    113. A
    114. S
    115. O
    116. N
    117. D
    118. 2009
    119. J
    120. F
    121. M
    122. A
    123. M
    124. J
    125. J
    126. A
    127. S
    128. O
    129. N
    130. D
    131. 2008
    132. J
    133. F
    134. M
    135. A
    136. M
    137. J
    138. J
    139. A
    140. S
    141. O
    142. N
    143. D
    144. 2007
    145. J
    146. F
    147. M
    148. A
    149. M
    150. J
    151. J
    152. A
    153. S
    154. O
    155. N
    156. D
    157. 2006
    158. J
    159. F
    160. M
    161. A
    162. M
    163. J
    164. J
    165. A
    166. S
    167. O
    168. N
    169. D