Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Grandes Sons

Um pouco de música todos os dias. Ao vivo, em vídeo, discos, singles, notícias, fotos. Tudo à volta do rock e derivados.

Grandes Sons

The Straits na Aula Magna: Os outros sultões

O legado dos Dire Straits está muito bem conservado e divulgado por três músicos que fizeram história na banda. Uma Aula Magna esgotada aceitou o repto saudosista.

 

Só pelo nome, The Straits, temia-se o pior, ou seja, mais uma banda de covers dedicada um grupo lendário. A desconfiança deu lugar à curiosidade quando se descobre que afinal estamos perante uma banda a sério com três elementos dos Dire Straits muito bem acompanhados. É certo e sabido que avançar para palco com as canções da discografia dos Dire Straits sem Mark knopfler e John Illsley é um enorme risco. Mas Phil Palmer, Chris White e AlanClark não têm culpa que a dupla atrás referida não se entenda quanto a uma reunião da banda e resolveram avançar sem eles.

 

Em boa hora o fizeram porque os Straits conseguem oferecer uma experiência quase completa a quem tem saudades de um dos grupos mais queridos dos anos 80. Com Alan Clark a assumir o controlo das operações com os seus teclados bem na frente do palco, Phil Palmer mais discreto e Chris White a pautar o ritmo com o seu saxofone, o resto da banda cumpre bem o seu papel com destaque para o baterista que fez hoje o último concerto com os Straitspara se ir juntar a Tom Petty com quem toca há vários anos. O problema seria sempre o vocalista mas este prima pela discrição e cumpre a sua tarefa recorrendo até a guitarras parecidas com as de Mark. Nem a prateada deBrothers in Arms faltou.

O segredo do sucesso deste ajuntamento está na escolha do alinhamento. As músicas mais previsíveis como «Walk of Life», «Romeo & Juliet» ou «Telegraph Road» animam os fãs embora as versões não sejam as mais felizes. Mas a introdução de «Communique», «Two Young Lovers» ou «Portobello Belle» fazem arrepiar os mais conhecedores da discografia da banda. Inesperadas recuperações muito bem conseguidas.

Depois a escolha de temas em que o saxofone de Chris White tenha um papel principal como são o caso de «Your Latest Trick» ou «Tunnel of Love» criam um ambiente apoteótico na plateia.

 

Um concerto que faz sentido, os músicos mostram-se satisfeitos e divertidos com a recepção e o público mostra que gosta de recordar os Dire Straits mesmo que incompletos. As interpretações bem vivas de «Sultans of Swing» e «Money for Nothing» comprovam a validade deste projecto que só esticou a corda quando apresentou um tema original claramente a mais no alinhamento.

 

 

jjoaomcgoncalves@gmail.com

in Disco Digital

redes sociais

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Mais sobre mim

foto do autor

Links

actualize-se

Festivais

  •  
  • sirva-se

  •  
  • blogues da vizinhança

  •  
  • músicas do mundo

  •  
  • recordar João Aguardela

  •  
  • ao vivo

  •  
  • lojas

  •  
  • Arquivo

    1. 2018
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    14. 2017
    15. J
    16. F
    17. M
    18. A
    19. M
    20. J
    21. J
    22. A
    23. S
    24. O
    25. N
    26. D
    27. 2016
    28. J
    29. F
    30. M
    31. A
    32. M
    33. J
    34. J
    35. A
    36. S
    37. O
    38. N
    39. D
    40. 2015
    41. J
    42. F
    43. M
    44. A
    45. M
    46. J
    47. J
    48. A
    49. S
    50. O
    51. N
    52. D
    53. 2014
    54. J
    55. F
    56. M
    57. A
    58. M
    59. J
    60. J
    61. A
    62. S
    63. O
    64. N
    65. D
    66. 2013
    67. J
    68. F
    69. M
    70. A
    71. M
    72. J
    73. J
    74. A
    75. S
    76. O
    77. N
    78. D
    79. 2012
    80. J
    81. F
    82. M
    83. A
    84. M
    85. J
    86. J
    87. A
    88. S
    89. O
    90. N
    91. D
    92. 2011
    93. J
    94. F
    95. M
    96. A
    97. M
    98. J
    99. J
    100. A
    101. S
    102. O
    103. N
    104. D
    105. 2010
    106. J
    107. F
    108. M
    109. A
    110. M
    111. J
    112. J
    113. A
    114. S
    115. O
    116. N
    117. D
    118. 2009
    119. J
    120. F
    121. M
    122. A
    123. M
    124. J
    125. J
    126. A
    127. S
    128. O
    129. N
    130. D
    131. 2008
    132. J
    133. F
    134. M
    135. A
    136. M
    137. J
    138. J
    139. A
    140. S
    141. O
    142. N
    143. D
    144. 2007
    145. J
    146. F
    147. M
    148. A
    149. M
    150. J
    151. J
    152. A
    153. S
    154. O
    155. N
    156. D
    157. 2006
    158. J
    159. F
    160. M
    161. A
    162. M
    163. J
    164. J
    165. A
    166. S
    167. O
    168. N
    169. D