Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Grandes Sons

Um pouco de música todos os dias. Ao vivo, em vídeo, discos, singles, notícias, fotos. Tudo à volta do rock e derivados.

Grandes Sons

Suede no Coliseu dos Recreios: Ressurreição para poucos crentes

Literalmente do nada os Suede arrancaram um concerto mágico que transformou um despido Coliseu numa sala alegre com bilhete até 1993. Brett Anderson está bem vivo e a banda reclama o seu estatuto de forma convincente.

Nada jogava a favor dos Suede, convenhamos. Os concertos anteriores em solo português não deixaram grandes saudades, a última passagem no Optimus Primavera Sound foi discreta, a banda nunca mais recuperou o fôlego com que atravessou a década de 90, os êxitos perderam-se no tempo, o novo disco, não sendo mau, não muda o mundo a favor deles e os fãs de há vinte anos já estão com outras preocupações na vida numa quinta feira à noite de 2013.

 

Assim sendo , não se esperava uma enchente no Coliseu mas também não era previsivel tão pouca afluência. Minutos antes dos londrinos entrarem em palco o ambiente na sala era desolador. Bancadas tapadas por panos pretos a vedar passagem ao público e na plateia nem metade do espaço estava preenchido.

 

Olhámos antes para os alinhamentos dos recentes concertos dos Suede e reparámos que as canções mudam todas as noites. Acreditamos que as músicas sejam escolhidas em função do público que enfrentam e só podemos elogiar a escolha das dezanove canções para Lisboa. Parece ter sido uma resposta sincera à fraca venda de bilhetes, brindar os que ainda investem na banda com um grande concerto em vez de despachar em formato de frete.

 

Brett Anderson está numa excelente forma vocal e física. Diverte-se com a sua música, andou a cantar no meio da plateia, tirou fotos com os fãs, foi abrindo a sua camisa preta à medida que avançava a noite e até se ajoelhou à boca de palco em pose rock star que lhe fica muito bem.

Os primeiros quarenta minutos de concerto foram de arraso, incursões sem freios pelos discos de estreia (1993), «Dog Man Star» (1994), «Coming Up» (1996) e «Head Music» (1999) com destaque para os temas «Animal Nitrate», «Barriers», «Snowblind», «Pantomime Horse», com que arrancou a noite, «Trash» e «Animal Nitrate». Um autêntico best of que apanhou desprevenido até o público mais fiel à banda. Ali estava exibido aos olhos e ouvidos de todos o melhor que a chamada britpop deu ao mundo com o cunho muito pessoal das letras e poses de Brett Anderson.

Inteligentemente ignoraram o fraco disco de 2002, «A New Morning», e escolheram bem as canções do novo «Bloodsports» que até ganhou um novo fôlego após esta inesperada noite épica.

 

Um final de concerto com Brett Anderson a dar tudo nas históricas «So Young» e «Metal Mickey» a que se segue um encore que começa com uma versão desacelerada desse grande êxito pop esquecido chamado «She´s In Fashion» e um final apoteótico ao som de «Beautiful Ones», só pode merecer elogios e agradecimentos por muito tempo.

 

João Gonçalves

in Disco Digital



Suede regressam a Portugal em Maio


Os britânicos Suede regressam em maio a Portugal para um concerto na Queima das Fitas do Porto, revela a banda no seu site oficial.

 

O cartaz da Queima das Fitas só é anunciado oficialmente durante a próxima semana, mas além dos Suede, também os norte-americanos MGMT já anunciaram, na sua página do Myspace, que irão atuar na festa dos estudantes da cidade invicta.

 

A Queima das Fitas do Porto decorre entre 30 de abril e 07 de maio no Queimódromo, junto ao Parque da Cidade.

 

Diário Digital / Lusa

redes sociais

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Mais sobre mim

foto do autor

Links

actualize-se

Festivais

  •  
  • sirva-se

  •  
  • blogues da vizinhança

  •  
  • músicas do mundo

  •  
  • recordar João Aguardela

  •  
  • ao vivo

  •  
  • lojas

  •  
  • Arquivo

    1. 2018
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    14. 2017
    15. J
    16. F
    17. M
    18. A
    19. M
    20. J
    21. J
    22. A
    23. S
    24. O
    25. N
    26. D
    27. 2016
    28. J
    29. F
    30. M
    31. A
    32. M
    33. J
    34. J
    35. A
    36. S
    37. O
    38. N
    39. D
    40. 2015
    41. J
    42. F
    43. M
    44. A
    45. M
    46. J
    47. J
    48. A
    49. S
    50. O
    51. N
    52. D
    53. 2014
    54. J
    55. F
    56. M
    57. A
    58. M
    59. J
    60. J
    61. A
    62. S
    63. O
    64. N
    65. D
    66. 2013
    67. J
    68. F
    69. M
    70. A
    71. M
    72. J
    73. J
    74. A
    75. S
    76. O
    77. N
    78. D
    79. 2012
    80. J
    81. F
    82. M
    83. A
    84. M
    85. J
    86. J
    87. A
    88. S
    89. O
    90. N
    91. D
    92. 2011
    93. J
    94. F
    95. M
    96. A
    97. M
    98. J
    99. J
    100. A
    101. S
    102. O
    103. N
    104. D
    105. 2010
    106. J
    107. F
    108. M
    109. A
    110. M
    111. J
    112. J
    113. A
    114. S
    115. O
    116. N
    117. D
    118. 2009
    119. J
    120. F
    121. M
    122. A
    123. M
    124. J
    125. J
    126. A
    127. S
    128. O
    129. N
    130. D
    131. 2008
    132. J
    133. F
    134. M
    135. A
    136. M
    137. J
    138. J
    139. A
    140. S
    141. O
    142. N
    143. D
    144. 2007
    145. J
    146. F
    147. M
    148. A
    149. M
    150. J
    151. J
    152. A
    153. S
    154. O
    155. N
    156. D
    157. 2006
    158. J
    159. F
    160. M
    161. A
    162. M
    163. J
    164. J
    165. A
    166. S
    167. O
    168. N
    169. D