Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Grandes Sons

Um pouco de música todos os dias. Ao vivo, em vídeo, discos, singles, notícias, fotos. Tudo à volta do rock e derivados.

Grandes Sons

Beyoncé e U2 triunfam nos prémios MTV em Berlim



Beyoncé foi eleita a melhor artista feminina e venceu os prémios de melhor canção ("Halo") e melhor vídeo ("Single ladies"), sagrando-se a grande vencedora da 16ª edição dos Prémios Europeus de Música da MTV, ontem em Berlim, numa noite de glória partilhada com os U2.

Os U2, que momentos antes tinham actuado junto às portas de Brandemburgo, foram os primeiros distinguidos da noite ao receberem o prémio de melhor banda ao vivo. Com mais de 30 anos de carreira, a banda irlandesa levou a melhor numa categoria na qual estavam também nomeados Beyoncé, Kings of Leon, Lady Gaga e Green Day. O guitarrista The Edge recordou que foi em Berlim que os U2 gravaram há 20 anos o álbum "Achtung Baby", um dos maiores êxitos, e Bono sublinhou que é ao vivo que a banda faz sentido.

Os Kings of Leon, nomeados em cinco categorias, não venceram nenhum dos prémios e Lady Gaga, com outras tantas nomeações, ficou-se pelo prémio de artista revelação. Os norte-americanos Green Day, que abriram a cerimónia entre lança-chamas, foram eleitos o melhor grupo rock. Com Nova Iorque em fundo, o rapper Jay-z levou para casa o prémio de melhor artista "Urban". O rapper norte-americano Eminem continua a ser o artista mais premiado em todas as 16 edições dos Prémios Europeus de Música da MTV, com oito galardões, aos quais se juntou este noite o de "melhor artista maculino". Os Placebo receberam o prémio de melhor banda alternativa. Quem não passou despercebida foi a banda alemã Tokio Hotel, eleita pelo público o melhor grupo desta edição, com a audiência dividida entre apupos e gritos histéricos.

Pelo segundo ano consecutivo, a apresentação da 16ª edição dos Prémios Europeus de Música da MTV ficou por conta da cantora norte-americana Katy Perry, numa cerimónia que decorreu num ambiente de cabaret e casino - no "Katy Kat Club" -, com roleta russa e piano de cauda.

O momento de homenagem da noite ficou reservado para Michael Jackson, com a MTV a passar o microfone aos berlinenses para que cantassem (e dançassem) nas ruas de Berlim algumas canções do rei da pop, falecido a 25 de Junho.

Mais Fotos dos prémios MTV

Brit Awards Consagram Duffy e Ignoram Coldplay

Revelação britânica do ano, melhor artista feminina britânica e álbum do ano foram os prémios conquistados por Buffy, numa noite que consagrou Paul Weller, Kings of Leon e Pet Shop Boys.

Na cerimónia dos Brit Awards 2009, quarta-feira à noite em Earls Court, Londres, tudo começou com os U2 a interpretarem "Get On Your Boots" com grande aparato de palco e com Kylie Minogue, apresentadora da noite, a recriar a emblemática "Can't Get Out Of My Head" em versão sketch de humor. Tudo acabou com os Coldplay como grandes derrotados. Nomeados para quatro categorias, os autores de "Viva La Vida" perderam em todas elas. A noite pertenceu por inteiro a Duffy, distinguida com três Brit Awards.

"Há um ano tocava em pequenos clubes, agora é uma estrela mundial", ouviu-se em voz off enquanto a cantora galesa subia a palco para receber o segundo prémio da noite, o de "Revelação Britânica". Agradecera antes o de "Melhor Artista Feminina Britânica" e, na recta final, venceria ainda o prémio mais prestigiado, o de "Melhor Álbum do Ano", atribuído a "Rockferry", o seu álbum de estreia.

Entre a celebração de uma lenda local, Paul Weller, o ex-vocalista dos Jam que foi premiado com o Brit de "Melhor Artista a Solo Britânico", e a consagração dos Kings Of Leon, que com o imenso sucesso de "Only By The Night", álbum que escalou tabelas de vendas e esgotou estádios, ultrapassaram os também favoritos Killers nas categorias de "Melhor Álbum Internacional" e "Melhor Grupo Internacional", houve espaço para um par de surpresas. Os Elbow, que apesar da concorrência de peso (Coldplay, Radiohead, Girls Aloud e Take That), saíram vencedores como "Melhor Grupo Britânico", e os Iron Maiden, historicamente ignorados nos prémios da indústria, que agradeceram em mensagem vídeo, gravada "em trânsito entre o Dubai e a Nova Zelândia", o galardão de "Melhor Grupo Britânico Ao Vivo".

Numa cerimónia marcada pela "coroação" dos Pet Shop Boys como realeza pop, levando a palco um "medley" de clássicos após receberem o prémio "Contribuição Excepcional Para A Música", destacaram-se ainda a coreográfica actuação das Girls Aloud ("Melhor Single" para "The Promise") e a ansiedade com que foi aguardada a actuação dos Take That (especulava-se que Robbie Williams podia marcar presença, o que não aconteceu).

Contudo, coube a Kanye West, "Melhor Artista Masculino Internacional", o discurso de agradecimento da noite. "Sabemos que Barack é o melhor masculino inter-racial, mas eu sou o melhor masculino internacional", exclamou o autor de "808s & Heartbreak" em vídeo pré-gravado.

Brilhantes GrAMY's

Depois de ameaçada pela greve de argumentistas, a cerimónia que assinalou meio século de existência dos Grammys conseguiu surpreender muito pela positiva com momentos de grande espectáculo e alguma emoção. Felizmente que há o you tube para recuperarmos os melhores momentos da madrugada.
A grande vencedora da noite foi Amy Winehouse, num claro sinal da indústria discográfica a querer coroar uma rainha, que recusa o trono, antes que seja tarde de mais. Voltámos a ter uma estrela de rock n' roll mal comportada mas amada oficialmente por todos.
Kanye Weste também teve noite para recordar com a falecida mãe sempre na memória colectiva, e com participação ao vivo com os Daft Punk. Bonita homenagem aos Beatles, justo tributo aos The Band, interessante evocação ao passado glorioso da soul, pop e rock, com Alicia Keys em destaque, bonita presença de Rihanna, actuação vigorosa dos Foo Fighters ( grandes demais para o cenário principal segundo o que se disse com graça ) no palco montado fora da sala.
E grande momento da noite foi o regresso de Miss Hot Legs Tina Turner aos palcos! Num excelente momento musical, e visual, em que Beyonce aproveitou para herdar discretamente o título da veterana Tina. Um duo de respeito de obrigatória visualização.
Uma cerimónia das boas a fazer render muitos momentos de glória.

a ver:
Beyonce and Tina Turner (parte 1)
Beyonce and Tina Turner (parte 2)
Kanye West com Daft Punk
Tributo aos Beatles

MTV Prémios Europeus

Foi ontem à noite em Munique:

Melhor Artista Rock
30 Seconds To Mars

Melhor Artista Urbano
Rihanna

Melhor Banda
Linkin Park

Música Mais Viciante
«Girlfriend» - Avril Lavigne

Melhor Cabeça de Cartaz
Muse

Melhor Álbum
Loose - Nelly Furtado

Melhor Artista a Solo
Avril Lavigne

Melhor Artista Internacional
Tokio Hotel

Melhor Artista Português
Da Weasel

New Sounds of Europe
Bedwetters (Estónia)

Melhor Artista do Reino Unido e Irlanda
Muse

Video Star
«D.A.N.C.E.» - Justice

Vencedores dos MTV Video Awards

Vídeo do Ano
Rihanna com Jay-Z - «Umbrella»

Artista Masculino do Ano
Justin Timberlake

Artista Feminina do Ano
Fergie

Melhor Revelação
Gym Class Heroes

Melhor Grupo
Fall Out Boy

Colaboração mais Demolidora
Beyoncé com Shakira - «Beautiful Liar»

«Ameaça» do Ano
Justin Timberlake

Single mais Monstruoso do Ano
Rihanna com Jay-Z - «Umbrella»

Melhor Realização
Justin Timberlake - «What Goes Around... Comes Around» (Samuel Bayer)

Melhor Edição
Gnarls Barkley - «Smiley Faces»

Melhor Coreografia
Justin Timberlake com T.I. - «My Love»

redes sociais

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Mais sobre mim

foto do autor

Links

actualize-se

Festivais

  •  
  • sirva-se

  •  
  • blogues da vizinhança

  •  
  • músicas do mundo

  •  
  • recordar João Aguardela

  •  
  • ao vivo

  •  
  • lojas

  •  
  • Arquivo

    1. 2018
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    14. 2017
    15. J
    16. F
    17. M
    18. A
    19. M
    20. J
    21. J
    22. A
    23. S
    24. O
    25. N
    26. D
    27. 2016
    28. J
    29. F
    30. M
    31. A
    32. M
    33. J
    34. J
    35. A
    36. S
    37. O
    38. N
    39. D
    40. 2015
    41. J
    42. F
    43. M
    44. A
    45. M
    46. J
    47. J
    48. A
    49. S
    50. O
    51. N
    52. D
    53. 2014
    54. J
    55. F
    56. M
    57. A
    58. M
    59. J
    60. J
    61. A
    62. S
    63. O
    64. N
    65. D
    66. 2013
    67. J
    68. F
    69. M
    70. A
    71. M
    72. J
    73. J
    74. A
    75. S
    76. O
    77. N
    78. D
    79. 2012
    80. J
    81. F
    82. M
    83. A
    84. M
    85. J
    86. J
    87. A
    88. S
    89. O
    90. N
    91. D
    92. 2011
    93. J
    94. F
    95. M
    96. A
    97. M
    98. J
    99. J
    100. A
    101. S
    102. O
    103. N
    104. D
    105. 2010
    106. J
    107. F
    108. M
    109. A
    110. M
    111. J
    112. J
    113. A
    114. S
    115. O
    116. N
    117. D
    118. 2009
    119. J
    120. F
    121. M
    122. A
    123. M
    124. J
    125. J
    126. A
    127. S
    128. O
    129. N
    130. D
    131. 2008
    132. J
    133. F
    134. M
    135. A
    136. M
    137. J
    138. J
    139. A
    140. S
    141. O
    142. N
    143. D
    144. 2007
    145. J
    146. F
    147. M
    148. A
    149. M
    150. J
    151. J
    152. A
    153. S
    154. O
    155. N
    156. D
    157. 2006
    158. J
    159. F
    160. M
    161. A
    162. M
    163. J
    164. J
    165. A
    166. S
    167. O
    168. N
    169. D