Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Grandes Sons

Um pouco de música todos os dias. Ao vivo, em vídeo, discos, singles, notícias, fotos. Tudo à volta do rock e derivados.

Grandes Sons

Gregory Isaacs R.I.P.

 

Triste dia para o reggae.

Deixo aqui a recordação da noite em que vi Gregory Isaacs em Lisboa.

 

Domingo, 5 de Novembro de 2006
Gregory Isaacs @ Alcântara
Fico contente quando vejo que um concerto de uma lenda jamaicana arrasta uma pequena multidão para celebrar a sua música. Não é surpreendente porque já tinhamos percebido que Portugal acordou para o reggae de vez, os concertos recentes de Max Romeo, ou Burning Spear, em Lisboa tiveram casa cheia. Gregory Isaacs pertence à galeria dos dois nomes citados, lendas jamaicanas, por isso pode considerar-se normal a numerosa presença de público.

Por outro lado, e não querendo beliscar o excelente esforço da Positive Vibes, acho que já começa a ser tempo de colocar estes grandes nomes em locais mais, vamos lá, dignos...
Ontem tudo aconteceu num pavilhão perto das docas de Alcântara com uma acústica terrível. Mesmo assim nota alta para a actuação do senhor Gregory Isaacs que esteve ao nível dos seus conterrâneos a nível exibicional.
Está lá tudo, a voz, a entrega, os excelentes músicos, o balanço, o ritmo, e a figura impecável do artista com o seu chapéu.
Um grande concerto de reggae, onde não faltaram os êxitos da sua carreira na recta final da actuação que termina sem encore. É um senhor, sai de palco com um sorriso estampado, acena ao massivo e retira-se para o seu mundo abençoado por Jah.

O pior da noite, e começa a ser habitual nestas organizações, é termos que levar com o reggae feito, e escolhido pela malta do surf que ainda não sabe bem o que significa reggae/roots, e baralha Jamaica com Alemanha. Foi penoso esperar mais de duas horas pela entrada do mestre.
Sem querer melindrar ninguém fica o recado: brancos, deixem o reggae para quem sabe.

redes sociais

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Mais sobre mim

foto do autor

Links

actualize-se

Festivais

  •  
  • sirva-se

  •  
  • blogues da vizinhança

  •  
  • músicas do mundo

  •  
  • recordar João Aguardela

  •  
  • ao vivo

  •  
  • lojas

  •  
  • Arquivo

    1. 2018
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    14. 2017
    15. J
    16. F
    17. M
    18. A
    19. M
    20. J
    21. J
    22. A
    23. S
    24. O
    25. N
    26. D
    27. 2016
    28. J
    29. F
    30. M
    31. A
    32. M
    33. J
    34. J
    35. A
    36. S
    37. O
    38. N
    39. D
    40. 2015
    41. J
    42. F
    43. M
    44. A
    45. M
    46. J
    47. J
    48. A
    49. S
    50. O
    51. N
    52. D
    53. 2014
    54. J
    55. F
    56. M
    57. A
    58. M
    59. J
    60. J
    61. A
    62. S
    63. O
    64. N
    65. D
    66. 2013
    67. J
    68. F
    69. M
    70. A
    71. M
    72. J
    73. J
    74. A
    75. S
    76. O
    77. N
    78. D
    79. 2012
    80. J
    81. F
    82. M
    83. A
    84. M
    85. J
    86. J
    87. A
    88. S
    89. O
    90. N
    91. D
    92. 2011
    93. J
    94. F
    95. M
    96. A
    97. M
    98. J
    99. J
    100. A
    101. S
    102. O
    103. N
    104. D
    105. 2010
    106. J
    107. F
    108. M
    109. A
    110. M
    111. J
    112. J
    113. A
    114. S
    115. O
    116. N
    117. D
    118. 2009
    119. J
    120. F
    121. M
    122. A
    123. M
    124. J
    125. J
    126. A
    127. S
    128. O
    129. N
    130. D
    131. 2008
    132. J
    133. F
    134. M
    135. A
    136. M
    137. J
    138. J
    139. A
    140. S
    141. O
    142. N
    143. D
    144. 2007
    145. J
    146. F
    147. M
    148. A
    149. M
    150. J
    151. J
    152. A
    153. S
    154. O
    155. N
    156. D
    157. 2006
    158. J
    159. F
    160. M
    161. A
    162. M
    163. J
    164. J
    165. A
    166. S
    167. O
    168. N
    169. D