Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Grandes Sons

Um pouco de música todos os dias. Ao vivo, em vídeo, discos, singles, notícias, fotos. Tudo à volta do rock e derivados.

Grandes Sons

Optimus Alive, Dia 2: Canções de Fé e Devoção

 

Ao segundo dia o palco principal do Optimus Alive recuperou o seu estatuto e recebeu dois concertos que vão directamente para a galeria de inesquecíveis, Depeche Mode e Jurassic 5 foram os autores da proeza em mais uma noite de clima pouco veraneante com casa cheia.

Após um primeiro dia em que quase toda a acção interessante se passou nas tendas, o segundo dia foi virado para o palco principal e a sua imensa plateia.

Depois dos portugueses Oquestrada terem aberto o dia pelas 18h00, o palco principal transformou-se num espaço de luxo para quem gosta de hip hop. Os Jurassic 5 vieram continuar o que os Beastie Boys tinham começado há uns anos mas agora com um grande (e alto) som e figuras de peso. Com quatro MC's e dois conceituados DJ's, Dj Nu Mark e Cut Chemist, os californianos deram uma valiosa aula de hip hop com instrumentais funk, rimas certas e beats irresístíveis. Não faltaram clássicos como «Quality Control», «Concrete Schoolyard», «Jayou» ou «Improvise». Separados desde 2007, este é o ano do regresso para os Jurassic 5 que pela amostra de Algés está a ser bem divertido e pode levá-los a novas aventuras. Ficamos a torcer por isso já que o concerto foi memorável.

Os Editors beneficiaram da enchente que os fãs de Depeche Mode proporcionaram na plateia de Algés. Sem trunfos de qualidade neste novo disco socorreram-se a hits para agarrarem um público que não regateou aplausos a momentos altos como a derradeira «Papillon», a melhor canção que os New Order não escreveram.

 

Pelas 22h00 os Depeche Mode sobem ao palco e deparam-se com uma multidão disposta a celebrar as duas dezenas de canções que iam desfilar.

Um alinhamento cuidadosamente escolhido equilibrou temas novos de «Delta Machine» com preciosidades como «Black Celebration», «A Question of Time» , «Enjoy the Silence» ou «Personal Jesus», estes últimos três em sequência arrebatadora. Depois um encore com «Home» em versão acústica, «Halo» (na remistura Goldfrapp), o muito aguardado «Just Can't Get Enough» que perto de nós chegou a provocar gritos por Suarez, ponta de lança do Liverpool que tem um cântico baseado neste tema em Liverpool, «I Feel You» e «Never Let Me Down Again» que fechou de maneira imaculada um inesquecível concerto. Uma viagem no tempo que tanto pode ser o presente electro dançante de «Delta Machine» como o passado do incontornável álbum ao vivo «101» dos já distantes anos 80. David Gahan, Martin Gore e Andrew Fletcher conseguem manter a imagem de sempre em palco e superam as melhores expectativas de quem os queria ver. Ao nível do melhor que já viu naquele espaço nos últimos sete anos.

 

Com um concerto tão intenso e cativante os palcos das tendas ficaram mesmo para segundo plano. Mérito dos ingleses. De qualquer maneira há a destacar no palco Heineken o valente concerto que os enérgicos DIIV deram logo a abrir. Depois o casal de irmãos californiano Wild Belle confirmou as boas indicações dadas no disco editado recentemente, pop doce com passagem pelo reggae. Tal como os misteriosos Rhye a pedirem um rápido regresso em no próprio em espaço mais intimista.

Jamie Lidell não se atrapalhou com a concorrência dos cabeças de cartaz no palco principal e compensou quem o foi ver com um concerto que nos dizem ter sido à altura da sua reputação.

The Legendary Tigerman foi o grande representante dos artistas locais e agradou até a ingleses e espanhóis enquanto levantava o véu sobre o novo disco a editar em Janeiro.

A solução Hercules & Love Affair Soundsystem não fez esquecer os ausentes Icona Pop mas os canadianos liderados por Alice Glass, Crystal Castles, fecharam em grande estilo e barulho a noite já bem depois das três da manhã perante uma numerosa plateia ainda ávida de pular e dançar.

 

Esta segunda noite de Optimus Alive será recordada como a noite dos Depeche Mode e dos Jurassic 5. Muito justamente.

 

João Gonçalves

in Disco Digital

redes sociais

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Mais sobre mim

foto do autor

Links

actualize-se

Festivais

  •  
  • sirva-se

  •  
  • blogues da vizinhança

  •  
  • músicas do mundo

  •  
  • recordar João Aguardela

  •  
  • ao vivo

  •  
  • lojas

  •  
  • Arquivo

    1. 2018
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    14. 2017
    15. J
    16. F
    17. M
    18. A
    19. M
    20. J
    21. J
    22. A
    23. S
    24. O
    25. N
    26. D
    27. 2016
    28. J
    29. F
    30. M
    31. A
    32. M
    33. J
    34. J
    35. A
    36. S
    37. O
    38. N
    39. D
    40. 2015
    41. J
    42. F
    43. M
    44. A
    45. M
    46. J
    47. J
    48. A
    49. S
    50. O
    51. N
    52. D
    53. 2014
    54. J
    55. F
    56. M
    57. A
    58. M
    59. J
    60. J
    61. A
    62. S
    63. O
    64. N
    65. D
    66. 2013
    67. J
    68. F
    69. M
    70. A
    71. M
    72. J
    73. J
    74. A
    75. S
    76. O
    77. N
    78. D
    79. 2012
    80. J
    81. F
    82. M
    83. A
    84. M
    85. J
    86. J
    87. A
    88. S
    89. O
    90. N
    91. D
    92. 2011
    93. J
    94. F
    95. M
    96. A
    97. M
    98. J
    99. J
    100. A
    101. S
    102. O
    103. N
    104. D
    105. 2010
    106. J
    107. F
    108. M
    109. A
    110. M
    111. J
    112. J
    113. A
    114. S
    115. O
    116. N
    117. D
    118. 2009
    119. J
    120. F
    121. M
    122. A
    123. M
    124. J
    125. J
    126. A
    127. S
    128. O
    129. N
    130. D
    131. 2008
    132. J
    133. F
    134. M
    135. A
    136. M
    137. J
    138. J
    139. A
    140. S
    141. O
    142. N
    143. D
    144. 2007
    145. J
    146. F
    147. M
    148. A
    149. M
    150. J
    151. J
    152. A
    153. S
    154. O
    155. N
    156. D
    157. 2006
    158. J
    159. F
    160. M
    161. A
    162. M
    163. J
    164. J
    165. A
    166. S
    167. O
    168. N
    169. D