Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Grandes Sons

Um pouco de música todos os dias. Ao vivo, em vídeo, discos, singles, notícias, fotos. Tudo à volta do rock e derivados.

Grandes Sons

Optimus Primavera Sound, dia 3: Savages In The Sky

 

O último dia de festival foi o menos entusiasmante, musicalmente falando, apesar de algumas passagens memoráveis assinadas pelos Explosions in The Sky, Dinosaur Jr., Liars, White Fence, Daughn Gibson e, especialmente, Savages.

O Optimus Primavera Sound conseguiu crescer sustentadamente, melhorou as condições no recinto, recebeu cerca de 75 mil pessoas nesta segunda edição - números da organização - manteve o excelente ambiente num espaço que se apresentou sempre limpo, continua a cimentar uma relação de qualidade musical com conforto para quem visita o evento construindo uma imagem de marca que o diferencia de todos os outros festivais por cá. Depois da grande enchente do segundo dia, os nomes em cartaz para o derradeiro dia não convenciam tanto e daí termos sentido muito menos apertos entre concertos.

 

A terceira edição do Optimus Primavera Sound já tem datas confirmadas: 5, 6 e 7 de Junho contando com os norte-americanos Neutral Milk Hotel como primeira banda confirmada.

A organização deixou a fasquia muito alta com o excelente cartaz do ano de estreia que não conseguiu manter este ano. Sentiram-se muitas quebras entre concertos quando no ano passado faltava tempo para conseguir apanhar tudo de bom que estava a acontecer. Nesta edição passámos pelos quatro palcos e apanhámos algumas bandas que não justificavam o crédito do Primavera.

 

Também a nível de cabeças de cartaz, este último dia apresentava nomes sonantes mas mais ao nível teórico do que prático. Prova disso mesmo, os My Bloody Valentine, nome maior quando se fala de shoegaze, barulho do bom ao serviço do rock quando os anos 80 já olhavam para a década seguinte. O disco «Isn´t Anything» de 1988 é um marco que ainda hoje influência muito boa gente mas ver os seus autores em palco em 2013 tem o mesmo efeito que chegar ao Porto e olhar para a Torre dos Clérigos: é histórico, monumental mas não acontece mais nada. Serve para dizer: «ok, já vi os MBV ao vivo.

 

Tudo bem revisto chegamos à conclusão que levamos saudades das Savages, a banda certa à hora certa na tenda Pitchfork bem lideradas pela carismática Jehnny Beth. Defenderam com convicção um dos grandes discos deste ano, «Silence Yourself», e vemos ali sombras nada incomodativas de Joy Division. Grande concerto a pedir urgente regresso em nome próprio.

 

No palco ATP vimos o natural triunfo dos PAUS; outra coisa não seria de esperar depois da bem sucedida passagem por Barcelona.

Os The Sea and Cake pareceram perdidos em tão amplo espaço mas contaram com uns quantos apreciadores bem na frente da plateia, e os californianos White Fence foram a banda revelação assimilando com personalidade a pesada herança de clássicos do rock dos anos 60 facção Velvet Undergound.

 

No espaço Pitchfork elegemos Daughn Gibson como nome a fixar pelo bom concerto conseguido a chamar a atençao para «All Hell», disco editado no ano passado.

Outra passagem triunfante pelo Parque da Cidade do Porto foi o dos Liars no palco Super Bock com um concerto que simboliza tudo o que se espera musicalmente deste evento, imprevisibilidade, rock com várias direcções e uma entrega que prende muito público na encosta.

A sequência perfeita aconteceu no palco ao lado imediatamente a seguir ao fim dos Liars, os Explosions in The Sky entraram simpáticos a falar português e atacaram com a sua armada de guitarras ora frenética, ora calma, sem restrições conseguindo grandes momentos instrumentais na amena noite portuense.

 

Este ano não houve chuva a atrapalhar, o frio só incomodou na primeira noite, daí o recinto registar muitos resistentes madrugada dentro. Muitos se aventuraram no som bruto dos Fucked Up, outros preferiram a zona de restauração para descansar, comer as últimas iguarias e fazer já um balanço que unanimemente é positivo.

 

João Gonçalves

in Disco Digital

Comentar:

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.

redes sociais

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Mais sobre mim

foto do autor

Links

actualize-se

Festivais

  •  
  • sirva-se

  •  
  • blogues da vizinhança

  •  
  • músicas do mundo

  •  
  • recordar João Aguardela

  •  
  • ao vivo

  •  
  • lojas

  •  
  • Arquivo

    1. 2018
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    14. 2017
    15. J
    16. F
    17. M
    18. A
    19. M
    20. J
    21. J
    22. A
    23. S
    24. O
    25. N
    26. D
    27. 2016
    28. J
    29. F
    30. M
    31. A
    32. M
    33. J
    34. J
    35. A
    36. S
    37. O
    38. N
    39. D
    40. 2015
    41. J
    42. F
    43. M
    44. A
    45. M
    46. J
    47. J
    48. A
    49. S
    50. O
    51. N
    52. D
    53. 2014
    54. J
    55. F
    56. M
    57. A
    58. M
    59. J
    60. J
    61. A
    62. S
    63. O
    64. N
    65. D
    66. 2013
    67. J
    68. F
    69. M
    70. A
    71. M
    72. J
    73. J
    74. A
    75. S
    76. O
    77. N
    78. D
    79. 2012
    80. J
    81. F
    82. M
    83. A
    84. M
    85. J
    86. J
    87. A
    88. S
    89. O
    90. N
    91. D
    92. 2011
    93. J
    94. F
    95. M
    96. A
    97. M
    98. J
    99. J
    100. A
    101. S
    102. O
    103. N
    104. D
    105. 2010
    106. J
    107. F
    108. M
    109. A
    110. M
    111. J
    112. J
    113. A
    114. S
    115. O
    116. N
    117. D
    118. 2009
    119. J
    120. F
    121. M
    122. A
    123. M
    124. J
    125. J
    126. A
    127. S
    128. O
    129. N
    130. D
    131. 2008
    132. J
    133. F
    134. M
    135. A
    136. M
    137. J
    138. J
    139. A
    140. S
    141. O
    142. N
    143. D
    144. 2007
    145. J
    146. F
    147. M
    148. A
    149. M
    150. J
    151. J
    152. A
    153. S
    154. O
    155. N
    156. D
    157. 2006
    158. J
    159. F
    160. M
    161. A
    162. M
    163. J
    164. J
    165. A
    166. S
    167. O
    168. N
    169. D