Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Grandes Sons

Um pouco de música todos os dias. Ao vivo, em vídeo, discos, singles, notícias, fotos. Tudo à volta do rock e derivados.

Grandes Sons

Rammstein no Pavilhão Atlântico: Espalha-brasas

Regresso triunfal da banda de Berlim a Lisboa perante mais de 12 mil fãs que invadiram o Pavilhão Atlântico em tons de negro. Uma noite de celebração de música alta e pirotecnia.

 

Em 1995 editavam «Herzeleid» e dois anos depois surpreendiam na banda sonora de «Estrada Perdida» de David Lynch. Seis discos de originais depois, mais colectâneas e registos ao vivo, ou seja dezoito anos depois, os Rammstein já não precisam de agenda editorial para justificarem uma digressão e atraírem público.

 

Hoje a banda é já uma instituição dentro da música mais pesada e o historial de concertos espectaculares cheios de surpresas e fogo abrasivo são uma garantia de qualidade que só por si chega para chamar milhares de seguidores que querem repetir experiências anteriores. Hoje voltámos a ver um grande espectáculo em que cada tema tem direito a uma encenação diferente, com fortes jogos de luzes, um som brutalmente alto e as explosões e pirotecnias da praxe.

 

Não se pode falar em grandes surpresas, era tudo mais ou menos previsível mas impressiona sempre e resulta bem nesta espécie de musical industrial bruto e ardente. Não houve barco de borracha sobre a plateia, imagem de marca de algumas passagens anteriores, mas houve um momento que deixou o Pavilhão em suspenso. Foi quando um fã invadiu o palco e Till Lindemann lança chamas na sua direcção deixando o casaco do rapaz a arder. Por segundos pairou a dúvida, depois percebeu-se que as corridas do «fã» eram ensaiadas para fugir aos seguranças. Bem encenado.

 

Musicalmente o destaque vai para uma versão despida de «Mein Herz brennt» só com piano. Inesperada, merece destaque não necessariamente pelas melhores razões, aliás. De resto escutámos uma revisão da matéria dada ao longo destes anos que começou em «Ich tu dir weh» e passou pelas incontornáveis «Links 2-3-4», com marcha a condizer, «Du hast», «Ich will» acabando na polémica «Pussy».

 

Foram perto de duas horas de alta rotação ao nível dos decibéis e pirotecnia numa noite de consagração de um nomes do rock mais pesado que apesar das letras em alemão tem uma notável compreensão e aceitação da legião do pessoal da pesada.

 

in Disco Digital

Comentar:

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.

redes sociais

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Mais sobre mim

foto do autor

Links

actualize-se

Festivais

  •  
  • sirva-se

  •  
  • blogues da vizinhança

  •  
  • músicas do mundo

  •  
  • recordar João Aguardela

  •  
  • ao vivo

  •  
  • lojas

  •  
  • Arquivo

    1. 2018
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    14. 2017
    15. J
    16. F
    17. M
    18. A
    19. M
    20. J
    21. J
    22. A
    23. S
    24. O
    25. N
    26. D
    27. 2016
    28. J
    29. F
    30. M
    31. A
    32. M
    33. J
    34. J
    35. A
    36. S
    37. O
    38. N
    39. D
    40. 2015
    41. J
    42. F
    43. M
    44. A
    45. M
    46. J
    47. J
    48. A
    49. S
    50. O
    51. N
    52. D
    53. 2014
    54. J
    55. F
    56. M
    57. A
    58. M
    59. J
    60. J
    61. A
    62. S
    63. O
    64. N
    65. D
    66. 2013
    67. J
    68. F
    69. M
    70. A
    71. M
    72. J
    73. J
    74. A
    75. S
    76. O
    77. N
    78. D
    79. 2012
    80. J
    81. F
    82. M
    83. A
    84. M
    85. J
    86. J
    87. A
    88. S
    89. O
    90. N
    91. D
    92. 2011
    93. J
    94. F
    95. M
    96. A
    97. M
    98. J
    99. J
    100. A
    101. S
    102. O
    103. N
    104. D
    105. 2010
    106. J
    107. F
    108. M
    109. A
    110. M
    111. J
    112. J
    113. A
    114. S
    115. O
    116. N
    117. D
    118. 2009
    119. J
    120. F
    121. M
    122. A
    123. M
    124. J
    125. J
    126. A
    127. S
    128. O
    129. N
    130. D
    131. 2008
    132. J
    133. F
    134. M
    135. A
    136. M
    137. J
    138. J
    139. A
    140. S
    141. O
    142. N
    143. D
    144. 2007
    145. J
    146. F
    147. M
    148. A
    149. M
    150. J
    151. J
    152. A
    153. S
    154. O
    155. N
    156. D
    157. 2006
    158. J
    159. F
    160. M
    161. A
    162. M
    163. J
    164. J
    165. A
    166. S
    167. O
    168. N
    169. D