Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Grandes Sons

Um pouco de música todos os dias. Ao vivo, em vídeo, discos, singles, notícias, fotos. Tudo à volta do rock e derivados.

Grandes Sons

Tindersticks no Cinema São Jorge: Pérolas Para Gente Sentada

João Gonçalves, Disco Digital


Regresso triunfal a Lisboa de Stuart Staples e companhia para um concerto intenso que serviu para apresentar o excelente novo disco dos Tindersticks perante uma plateia que esgotou a sala maior do Cinema São Jorge.

 

É sabido que os Tindersticks fazem parte daquele restrito núcleo de bandas que, façam o que fizerem, terão sempre uma sala esgotada pronta para os receber em Portugal. Depois há os que se aproveitam dessa sorte e há os que fazem por alimentar e aumentar o culto apresentando mais e melhor música num registo de respeito mútuo. É este o caso da banda de Nottingham.

 

A juntar à fama de boas actuações os Tindersticks desta vez traziam um trunfo maior chamado «The Something Rain», o melhor disco que editaram em muitos anos. A confiança dos ingleses no seu novo álbum é tão grande que não fazem a coisa por menos e incluem as nove canções no alinhamento! Na verdade acertam em cheio pois os novos temas funcionam na perfeição ao vivo, alguns até ultrapassam as melhores expectativas como foi o caso de «Chocolate» que começa hipnótico e calmo para ir galopando instrumentalmente rumo a um frenesim viciante para terminar outra vez na calmaria tal como se pode ouvir na abertura do novo disco. O outro destaque vai para «Slippin'Shoes», uma pérola melódica movida a saxofone com a voz de Staples a brilhar mais do que nunca. No registo de estúdio é uma das melhores canções que 2012 tem para oferecer, em palco é um momento mágico que reúne tudo de bom que os Tindersticks têm para nos dar.

 

As três primeiras canções da noite evocaram discos antigos, «Blood» do registo de estreia em 1993, «If You're Looking For a Way Out» de 1999 e «Dick's Slow Song» de 1997. Também houve passagem por 1995 com »«Cherry Blossoms». Ou seja, os emblemáticos quatro primeiros discos que agarraram fãs para toda a vida não são esquecidos e continuam a soar muito bem no meio desta lufada de ar fresco que é o novo álbum.

A relação entre público e banda é bonita de se ver e um caso raro entre nós. Em vez de histerismos a toda a hora com palmas descontroladas há todo um silêncio respeitoso durante cada tema. Do palco em vez dos longos diálogos cheios de elogios vem apenas gratidão sincera e discreta. Stuart Staples só se dirigiu ao público para agradecer o carinho e dizer que é um prazer estar por cá, as usual. Até nisto a banda transpira elegância e classe.

Um excelente concerto, um bom disco e culto renovado, assim vão os Tindersticks ao fim de vinte anos de carreira!

 

jjoaomcgoncalves@gmail.com

Disco Digital

 


Comentar:

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.

redes sociais

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Mais sobre mim

foto do autor

Links

actualize-se

Festivais

  •  
  • sirva-se

  •  
  • blogues da vizinhança

  •  
  • músicas do mundo

  •  
  • recordar João Aguardela

  •  
  • ao vivo

  •  
  • lojas

  •  
  • Arquivo

    1. 2018
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    14. 2017
    15. J
    16. F
    17. M
    18. A
    19. M
    20. J
    21. J
    22. A
    23. S
    24. O
    25. N
    26. D
    27. 2016
    28. J
    29. F
    30. M
    31. A
    32. M
    33. J
    34. J
    35. A
    36. S
    37. O
    38. N
    39. D
    40. 2015
    41. J
    42. F
    43. M
    44. A
    45. M
    46. J
    47. J
    48. A
    49. S
    50. O
    51. N
    52. D
    53. 2014
    54. J
    55. F
    56. M
    57. A
    58. M
    59. J
    60. J
    61. A
    62. S
    63. O
    64. N
    65. D
    66. 2013
    67. J
    68. F
    69. M
    70. A
    71. M
    72. J
    73. J
    74. A
    75. S
    76. O
    77. N
    78. D
    79. 2012
    80. J
    81. F
    82. M
    83. A
    84. M
    85. J
    86. J
    87. A
    88. S
    89. O
    90. N
    91. D
    92. 2011
    93. J
    94. F
    95. M
    96. A
    97. M
    98. J
    99. J
    100. A
    101. S
    102. O
    103. N
    104. D
    105. 2010
    106. J
    107. F
    108. M
    109. A
    110. M
    111. J
    112. J
    113. A
    114. S
    115. O
    116. N
    117. D
    118. 2009
    119. J
    120. F
    121. M
    122. A
    123. M
    124. J
    125. J
    126. A
    127. S
    128. O
    129. N
    130. D
    131. 2008
    132. J
    133. F
    134. M
    135. A
    136. M
    137. J
    138. J
    139. A
    140. S
    141. O
    142. N
    143. D
    144. 2007
    145. J
    146. F
    147. M
    148. A
    149. M
    150. J
    151. J
    152. A
    153. S
    154. O
    155. N
    156. D
    157. 2006
    158. J
    159. F
    160. M
    161. A
    162. M
    163. J
    164. J
    165. A
    166. S
    167. O
    168. N
    169. D