Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Grandes Sons

Um pouco de música todos os dias. Ao vivo, em vídeo, discos, singles, notícias, fotos. Tudo à volta do rock e derivados.

Grandes Sons

Primavera Sound: A Noite do Regresso dos Pulp

Photograph: Jordi Vidal/Redferns

 

Texto de Tiago Romeu

 

É complicado falar de um concerto quando este, mais que uma sessão de música ao vivo, se transforma num acontecimento para lá da fruição estética ou do encantamento com a técnica interpretativa. Ontem foi um dia estranho na cidade, moderno, complicado e tenso, algo dividido entre a normalidade, o amanhecer de brutalidade na principal praça do centro e a psicose cada vez mais generalizada e cada vez mais frequente antes de uma final que envolva o FC Barcelona.  Um dia que precisava de dezenas de milhares de pessoas a dançar descontroladas o Disco 2000 ao lado do mar, enquanto que na tal praça do centro, outras tantas fechavam o dia resistente e se despedia, com uma ironia cruel e no outro lado do mundo, o pregador da revolução não transmitida pela televisão, Gil Scott-Heron. You will not be able to stay home, brother, e foi um pouco por aí que aconteceu o dia de ontem. Voltemos à madrugada e ao final desse dia, ao concerto mais esperado do segundo dia de concertos do Primavera Sound no Fórum de Barcelona.

 

A interpelação projectada na língua local, “lembras-te da primeira vez”, depois os neons azuis e roxos, um véu retro iluminado a cobrir o palco que cai no arranque de Do You Remember the First Time a lançar o tal acontecimento transcendente. Mais do que 9 anos de ausência dos cenários, foram algo, mais de 40 mil pessoas a tentar ajustar ao presente uma série de hinos de varias gerações que cresceram.  As mesmas pessoas a quem, depois de Pink Glove e de uma voluptuosa Pencil Skirt , Jarvis Cocker perguntou o que andaram a fazer este anos todos. “Something changed”, pois. Já desenvolto da gravata e do blazer negro, um Cocker maduro, dialogante, de barba impecável e trejeitos intactos, pergunta novamente ao público, “vols ballar amb mi”, queres dançar comigo no seu catalão de Sheffield, antes do Disco 2000. E nao só queríamos como precisávamos. E nesse ponto, embalou uma sequência que nos fez esquecer que até aí o concerto não tinha tido pontos baixos: Babies, Sorted for E’s and Wizz, F.E.E.L.I.N.G.C.A.L.L.E.D.L.O.V.E., I Spy – coreografada com uma câmara quase microscópica iluminada e apontada por Jarvis Cocker à sua própria cara – e uma descida ao público para descobrir e apadrinhar um casal de Bolton que se pediu em casamento nesse mesmo momento, perante espanto geral.

 

Logicamente, depois do compromisso matrimonial, uma tremenda versão de Underwear e o aviso geral de que a vida, já o sabíamos, é hardcore. This is Hardcore, com baile no alto de um estrado e em clima de consagração grandiosa.  Seguiram-se os dois temas finais antes da despedida, num concerto que acabou várias vezes antes de acabar à pressa. A grande apoteose, de despedida, de celebração geracional, do hino da passagem à idade adulta, foi transformada num elogio aos que, de manhã, haviam sofrido na pele essa brutal força da ordem. “Já sei que nao é correcto alguém vir de fora, ignorando muitos temas, dar a opinião sobre o que aconteceu, mas quando a polícia ataca gente pacífica, algo está errado. É a essa gente que quero dedicar o próximo tema”. Gente normal, no fundo, e nova explosão colectiva, talvez a maior, com Common People. O final, à pressa, disciplina de festival, e após apresentação de um grupo de músicos em grandíssima forma, com Razzmatazz. Uma canção personalizada, oferecida ao público local mas provavelmente não a escolha mais potente para um concerto que não acabou por si, foi acabado. Terá sido esse o único senão, ínfimo para tão grande noite e para um dia que precisava de acabar com um concerto destes, nalgum ponto da cidade.

 

Tiago Romeu em Barcelona


Alinhamento

 

Do You Remember the First Time? Pink Glove Pencil Skirt Something Changed Disco 2000 Babies Sorted For E's & Wizz F.E.E.L.I.N.G.C.A.L.L.E.D.L.O.V.E I Spy Underwear This Is Hardcore Sunrise Bar Italia Common People

Encore: Razzmatazz

redes sociais

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Mais sobre mim

foto do autor

Links

actualize-se

Festivais

  •  
  • sirva-se

  •  
  • blogues da vizinhança

  •  
  • músicas do mundo

  •  
  • recordar João Aguardela

  •  
  • ao vivo

  •  
  • lojas

  •  
  • Arquivo

    1. 2018
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    14. 2017
    15. J
    16. F
    17. M
    18. A
    19. M
    20. J
    21. J
    22. A
    23. S
    24. O
    25. N
    26. D
    27. 2016
    28. J
    29. F
    30. M
    31. A
    32. M
    33. J
    34. J
    35. A
    36. S
    37. O
    38. N
    39. D
    40. 2015
    41. J
    42. F
    43. M
    44. A
    45. M
    46. J
    47. J
    48. A
    49. S
    50. O
    51. N
    52. D
    53. 2014
    54. J
    55. F
    56. M
    57. A
    58. M
    59. J
    60. J
    61. A
    62. S
    63. O
    64. N
    65. D
    66. 2013
    67. J
    68. F
    69. M
    70. A
    71. M
    72. J
    73. J
    74. A
    75. S
    76. O
    77. N
    78. D
    79. 2012
    80. J
    81. F
    82. M
    83. A
    84. M
    85. J
    86. J
    87. A
    88. S
    89. O
    90. N
    91. D
    92. 2011
    93. J
    94. F
    95. M
    96. A
    97. M
    98. J
    99. J
    100. A
    101. S
    102. O
    103. N
    104. D
    105. 2010
    106. J
    107. F
    108. M
    109. A
    110. M
    111. J
    112. J
    113. A
    114. S
    115. O
    116. N
    117. D
    118. 2009
    119. J
    120. F
    121. M
    122. A
    123. M
    124. J
    125. J
    126. A
    127. S
    128. O
    129. N
    130. D
    131. 2008
    132. J
    133. F
    134. M
    135. A
    136. M
    137. J
    138. J
    139. A
    140. S
    141. O
    142. N
    143. D
    144. 2007
    145. J
    146. F
    147. M
    148. A
    149. M
    150. J
    151. J
    152. A
    153. S
    154. O
    155. N
    156. D
    157. 2006
    158. J
    159. F
    160. M
    161. A
    162. M
    163. J
    164. J
    165. A
    166. S
    167. O
    168. N
    169. D