Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Grandes Sons

Um pouco de música todos os dias. Ao vivo, em vídeo, discos, singles, notícias, fotos. Tudo à volta do rock e derivados.

Grandes Sons

«It`s Everybody`s Bizness Now», Nobody`s Bizness



Se o nome da banda não faz soar nenhuma campainha no leitor mas suscita curiosidade, fique desde já a saber que o disco em análise pertence a gente lusitana que ousa mostrar o seu amor pelos blues e pelo jazz.


Para quem frequenta espaços lisboetas como o bar Catacumbas no Bairro Alto, o nome Nobody`s Bizness não é estranho uma vez que a banda já anda a espalhar a sua magia há uma década com inúmeros concertos. Pelo meio, foi editado um álbum ao vivo em 2005 gravado na Capela da Misericórdia em Sines com versões de temas dos seus heróis: Lonnie Chatmon, Robert Johnson ou Willie Dixon. Se tivessem ficado por aí seriam um segredo precioso de um restrito número de fãs sempre prontos a comparecer nos seus concertos.

 

Felizmente arriscaram e foram para estúdio tentar captar em disco toda a energia e emoção trazida dos palcos, o seu habitat natural. O risco de gravar em estúdio clássicos de Willie Dixon, William Broonzy ou o lindíssimo «I Want a Little Boy» (Murray Mercher/Billy Moll), por exemplo, já era elevado mas fazer um disco de doze temas sendo que só metade são versões e a outra metade são composições originais é uma autêntica proeza. O maior elogio que se lhes pode fazer é que quem não dominar o mundo dos blues e for ouvir as doze canções de seguida sem informação adjacente não consegue distinguir os velhos clássicos das canções originais porque estas são muito boas. A aposta é claramente ganha.

 

O segredo dos Nobody`s Bizness está na química perfeita entre a encantadora voz de Petra Pais e a vocalização convincente de Catman que também recorre com mestria à indispensável harmónica. Alternam o papel principal e secundário com equilíbrio e são apoiados pelas guitarras dos irmãos Ferreira que nos obrigam a ouvir várias vezes os mesmos temas com o volume bem alto para descobrirmos e nos deliciarmos com todos os pormenores que saem daquelas cordas de banjo e guitarra eléctrica. Luís Oliveira no baixo e Isaac Achega no bateria pautam todo o ritmo com tanta eficiência quanto discrição.

O álbum chama-se «It`s Everybody`s Bizness Now» e o título não podia ser mais feliz já que é disso mesmo que se trata. O segredo bem guardado destes portugueses a reencarnarem o espírito blues está agora à vista e ao alcance de todos em versão revista e aumentada com as suas canções originais a merecerem atenção e destaque em grande escala.

 

 

Nobody`s Bizness
«It`s Everybody Bizness Now»
Edição de Autor

 

in Disco Digital

 

(podem confirmar tudo o que leram a seguir logo à noite no Maxime com os vossos próprios olhos e ouvidos)

redes sociais

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Mais sobre mim

foto do autor

Links

actualize-se

Festivais

  •  
  • sirva-se

  •  
  • blogues da vizinhança

  •  
  • músicas do mundo

  •  
  • recordar João Aguardela

  •  
  • ao vivo

  •  
  • lojas

  •  
  • Arquivo

    1. 2018
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    14. 2017
    15. J
    16. F
    17. M
    18. A
    19. M
    20. J
    21. J
    22. A
    23. S
    24. O
    25. N
    26. D
    27. 2016
    28. J
    29. F
    30. M
    31. A
    32. M
    33. J
    34. J
    35. A
    36. S
    37. O
    38. N
    39. D
    40. 2015
    41. J
    42. F
    43. M
    44. A
    45. M
    46. J
    47. J
    48. A
    49. S
    50. O
    51. N
    52. D
    53. 2014
    54. J
    55. F
    56. M
    57. A
    58. M
    59. J
    60. J
    61. A
    62. S
    63. O
    64. N
    65. D
    66. 2013
    67. J
    68. F
    69. M
    70. A
    71. M
    72. J
    73. J
    74. A
    75. S
    76. O
    77. N
    78. D
    79. 2012
    80. J
    81. F
    82. M
    83. A
    84. M
    85. J
    86. J
    87. A
    88. S
    89. O
    90. N
    91. D
    92. 2011
    93. J
    94. F
    95. M
    96. A
    97. M
    98. J
    99. J
    100. A
    101. S
    102. O
    103. N
    104. D
    105. 2010
    106. J
    107. F
    108. M
    109. A
    110. M
    111. J
    112. J
    113. A
    114. S
    115. O
    116. N
    117. D
    118. 2009
    119. J
    120. F
    121. M
    122. A
    123. M
    124. J
    125. J
    126. A
    127. S
    128. O
    129. N
    130. D
    131. 2008
    132. J
    133. F
    134. M
    135. A
    136. M
    137. J
    138. J
    139. A
    140. S
    141. O
    142. N
    143. D
    144. 2007
    145. J
    146. F
    147. M
    148. A
    149. M
    150. J
    151. J
    152. A
    153. S
    154. O
    155. N
    156. D
    157. 2006
    158. J
    159. F
    160. M
    161. A
    162. M
    163. J
    164. J
    165. A
    166. S
    167. O
    168. N
    169. D