Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Grandes Sons

Um pouco de música todos os dias. Ao vivo, em vídeo, discos, singles, notícias, fotos. Tudo à volta do rock e derivados.

Grandes Sons

Terrakota @ Aula Magna: Família em Festa

É possível ter em palco uma banda que reúna a alegria das vibrações reggae, combine o ritmo tribal africano com as percussões sul americanas, e apresenta uma vocalista que canta tão bem quanto dança emanando uma beleza selvagem? É. E é possível um concerto ser uma enorme celebração que se alastra do palco até à última fila da plateia não deixando ninguém indiferente, havendo mesmo crianças a pular e a dançar na sala? É. Onde há Terrakota há tudo isto e muito mais.

Com uma hora de atraso em relação ao horário divulgado os Terrakota entram em palco e começam a desfilar as músicas do seu novo disco. A plateia reage mas ainda de forma tímida com os corpos sentados. No fim de «É Verdade», o excelente primeiro single deste novo trabalho, já tinhamos o milhar de pessoas que quase encheram a sala em pé a dançar. Ou seja, ao fim de dois temas já havia sintonia total entre palco e plateia. É aí que Junior saúda os presentes: «Olá Família!» É isto mesmo, os Terrakota ao vivo fazem-se rodear da família. E a família vai da tribo mais freak, ao pessoal que não teve tempo de ir trocar o fato e gravata a casa, passando pelo excêntrico Jel, ou pelo discreto Júlio Pereira. A família somos todos nós.

Não admira que no palco sucedam as mudanças de músicos além dos membros fixos dos Terrakota. Muitos amigos vão se juntando à festa, secção de sopros, mestres da percussão, sitar, berimbau, tudo vale para dar mais som à música da banda.

Num momento estamos a balançar ao som de um afrobeat com instrumentais poderosos, noutra altura já andamos a saltar alegremente não conseguindo resistir às sonoridades contagiantes do reggae. É entre estes mundos que se movem as canções novas, com algumas mais antigas à mistura, dos Terrakota. A família conhece o guião, sabe o que espera, e não descansa um segundo.

No palco, Romi capta todas as atenções com as suas danças exóticas, tem uma beleza natural que só com os seus movimentos alegra qualquer espaço, e depois está a cantar melhor do que nunca.

São duas horas sem parar até aos encores, uma enorme celebração de música, e dança, há crianças à solta, a sala cada vez mais quente, e basta fechar os olhos por momentos para nos deixarmos levar pelos sons que nos transportam para o cenário do Castelo de Sines em noite de Festival Músicas do Mundo (já falta pouco!), por exemplo. Podemos vaguear no imaginário de viagens entre a Jamaica, e África, mas estamos em Lisboa. É esta a magia dos Terrakota a tocarem melhor do que nunca, e a apresentarem o seu melhor disco até à data.

Não percam nenhum concerto destes irmãos!

in Disco Digital

Comentar:

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.

redes sociais

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Mais sobre mim

foto do autor

Links

actualize-se

Festivais

  •  
  • sirva-se

  •  
  • blogues da vizinhança

  •  
  • músicas do mundo

  •  
  • recordar João Aguardela

  •  
  • ao vivo

  •  
  • lojas

  •  
  • Arquivo

    1. 2018
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    14. 2017
    15. J
    16. F
    17. M
    18. A
    19. M
    20. J
    21. J
    22. A
    23. S
    24. O
    25. N
    26. D
    27. 2016
    28. J
    29. F
    30. M
    31. A
    32. M
    33. J
    34. J
    35. A
    36. S
    37. O
    38. N
    39. D
    40. 2015
    41. J
    42. F
    43. M
    44. A
    45. M
    46. J
    47. J
    48. A
    49. S
    50. O
    51. N
    52. D
    53. 2014
    54. J
    55. F
    56. M
    57. A
    58. M
    59. J
    60. J
    61. A
    62. S
    63. O
    64. N
    65. D
    66. 2013
    67. J
    68. F
    69. M
    70. A
    71. M
    72. J
    73. J
    74. A
    75. S
    76. O
    77. N
    78. D
    79. 2012
    80. J
    81. F
    82. M
    83. A
    84. M
    85. J
    86. J
    87. A
    88. S
    89. O
    90. N
    91. D
    92. 2011
    93. J
    94. F
    95. M
    96. A
    97. M
    98. J
    99. J
    100. A
    101. S
    102. O
    103. N
    104. D
    105. 2010
    106. J
    107. F
    108. M
    109. A
    110. M
    111. J
    112. J
    113. A
    114. S
    115. O
    116. N
    117. D
    118. 2009
    119. J
    120. F
    121. M
    122. A
    123. M
    124. J
    125. J
    126. A
    127. S
    128. O
    129. N
    130. D
    131. 2008
    132. J
    133. F
    134. M
    135. A
    136. M
    137. J
    138. J
    139. A
    140. S
    141. O
    142. N
    143. D
    144. 2007
    145. J
    146. F
    147. M
    148. A
    149. M
    150. J
    151. J
    152. A
    153. S
    154. O
    155. N
    156. D
    157. 2006
    158. J
    159. F
    160. M
    161. A
    162. M
    163. J
    164. J
    165. A
    166. S
    167. O
    168. N
    169. D