Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Grandes Sons

Um pouco de música todos os dias. Ao vivo, em vídeo, discos, singles, notícias, fotos. Tudo à volta do rock e derivados.

Grandes Sons

Ornatos Violeta no documentário "Tempo de nascer"



Os cinco músicos que pertenceram aos Ornatos Violeta, uma das mais importantes bandas rock dos anos 1990, vão falar de tudo, sem tabus, no documentário "Tempo de nascer", filme de estreia de Gonçalo Castro.

O realizador, e produtor da rádio Antena 3, está a preparar um documentário biográfico sobre os Ornatos Violeta, que deverá estar concluído em 2011, quando se completarem 20 anos desde a fundação do grupo português.

A antecipar o que vai ser o documentário "Tempo de nascer", Gonçalo Castro vai editar nos próximos três meses um DVD com cerca de 15 minutos, que será uma espécie de "aperitivo" para o que está a ser preparado.

Os Ornatos Violeta duraram onze anos e editaram apenas dois álbuns - "Cão" (1997) e "O monstro precisa de amigos" (1999) - mas, apesar da vida curta, há um culto em torno da banda do Porto e em particular em torno do trabalho de Manel Cruz, autor da maioria das letras, e protagonista de outros projectos posteriores.

"Parece que hoje em dia há muita gente que ficou órfã dos Ornatos", explicou Gonçalo Castro à agência Lusa, recordando os fãs que seguem ainda hoje os cincos elementos do grupo.

O documentário, cujo título recupera um tema do grupo nunca editado em álbum, tem como fio condutor as entrevistas que Gonçalo Castro fez a cada um dos elementos do quinteto: Manel Cruz (voz), Peixe (guitarra), Elísio Donas (teclado), Nuno Prata (baixo) e Kinörm (bateria).

São eles que contam as histórias desconhecidas sobre os Ornatos Violeta e os episódios que marcaram o percurso, desde que se conheceram na infância e na escola de artes Soares dos Reis, no Porto, até à atualidade.

"Falam sobre o fim, explicam porque é que acabaram, falam de tudo. Não houve nenhum assunto tabu", sublinhou Gonçalo Castro, que se estreia na realização.

"A história dos Ornatos vai de 1991 até 2002. E de 1991 a 1997, quando sai o primeiro disco, muito pouco gente tem acesso a estas histórias", reforçou.

Antes de pensar sequer em fazer um documentário, a ideia de Gonçalo Castro era preparar um programa para a Antena 3 sobre bandas que marcaram a história da música portuguesa.

Do projecto radiofónico, Gonçalo Castro rapidamente passou para uma ideia maior que reunisse um documentário e um livro.

Actualmente, Gonçalo Castro tem cerca de 18 horas de entrevistas e quase todas as aparições televisivas dos Ornatos Violeta.

A isto junta fotografias e depoimentos, mas faltam-lhe mais imagens de arquivo, gravações caseiras de concertos do grupo, que ajudem a completar o puzzle.

Gonçalo Castro, 30 anos, que auto-financiou e produziu o documentário, tem ainda um blogue onde vai actualizando o processo de pesquisa e de rodagem e recebe tudo o que os fãs dos Ornatos Violeta enviarem de material de arquivo em http://monstruariodocumentario.blogspot.com/.

O último concerto dos Ornatos Violeta aconteceu no Hard Club, no Porto, a 30 de Novembro de 2002. Manel Cruz despediu-se dizendo "Até um dia", deixando a porta entreaberta para um regresso.

Sobre isso também eles falam no documentário e Gonçalo Castro reforça: "Acredito que os Ornatos ainda têm muito para oferecer".

redes sociais

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Mais sobre mim

foto do autor

Links

actualize-se

Festivais

  •  
  • sirva-se

  •  
  • blogues da vizinhança

  •  
  • músicas do mundo

  •  
  • recordar João Aguardela

  •  
  • ao vivo

  •  
  • lojas

  •  
  • Arquivo

    1. 2018
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    14. 2017
    15. J
    16. F
    17. M
    18. A
    19. M
    20. J
    21. J
    22. A
    23. S
    24. O
    25. N
    26. D
    27. 2016
    28. J
    29. F
    30. M
    31. A
    32. M
    33. J
    34. J
    35. A
    36. S
    37. O
    38. N
    39. D
    40. 2015
    41. J
    42. F
    43. M
    44. A
    45. M
    46. J
    47. J
    48. A
    49. S
    50. O
    51. N
    52. D
    53. 2014
    54. J
    55. F
    56. M
    57. A
    58. M
    59. J
    60. J
    61. A
    62. S
    63. O
    64. N
    65. D
    66. 2013
    67. J
    68. F
    69. M
    70. A
    71. M
    72. J
    73. J
    74. A
    75. S
    76. O
    77. N
    78. D
    79. 2012
    80. J
    81. F
    82. M
    83. A
    84. M
    85. J
    86. J
    87. A
    88. S
    89. O
    90. N
    91. D
    92. 2011
    93. J
    94. F
    95. M
    96. A
    97. M
    98. J
    99. J
    100. A
    101. S
    102. O
    103. N
    104. D
    105. 2010
    106. J
    107. F
    108. M
    109. A
    110. M
    111. J
    112. J
    113. A
    114. S
    115. O
    116. N
    117. D
    118. 2009
    119. J
    120. F
    121. M
    122. A
    123. M
    124. J
    125. J
    126. A
    127. S
    128. O
    129. N
    130. D
    131. 2008
    132. J
    133. F
    134. M
    135. A
    136. M
    137. J
    138. J
    139. A
    140. S
    141. O
    142. N
    143. D
    144. 2007
    145. J
    146. F
    147. M
    148. A
    149. M
    150. J
    151. J
    152. A
    153. S
    154. O
    155. N
    156. D
    157. 2006
    158. J
    159. F
    160. M
    161. A
    162. M
    163. J
    164. J
    165. A
    166. S
    167. O
    168. N
    169. D