Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Grandes Sons

Um pouco de música todos os dias. Ao vivo, em vídeo, discos, singles, notícias, fotos. Tudo à volta do rock e derivados.

Grandes Sons

Deftones em Lisboa

Após darem um dos melhores concertos do Optimus Alive!10, os Deftones sobem ao palco do Campo Pequeno, dia 9 de Dezembro, para uma actuação que se prevê explosiva. A banda norte-americana continua a apresentar o último álbum Diamond Eyes. Liderados por Chino Moreno, os Deftones tornaram-se uma das mais importantes bandas da nova vaga do Metal dos anos 90. O primeiro disco, Adrenaline (1995), contou com produção de Terry Date (Pantera, Dream Theater ou Soundgarden, entre outros) e colocou de imediato os Deftones debaixo dos holofotes. Desde 1995 até agora editaram mais 5 álbuns de originais e tornaram-se uma das mais impressionantes bandas ao vivo da sua geração. Dia 9 de Dezembro actuam no Campo Pequeno em mais uma noite de intensidade máxima.

Lou Reed, Laurie Anderson, Malkovich, Gallo no Estoril Film Festival


Os actores John Malkovich, Marisa Paredes, Mathieu Amalric, Valeria Golino, os realizadores Stephen Frears, Otar Iosselliani, Elia Suleimam e Anton Corbjin, os músicos Lou Reed, Laurie Anderson, a designer de moda Bella Freud, o fotógrafo Alberto Garcia-Alix, o compositor Giya Kancheli e o chef Juan Mari Arzak são os primeiros nomes confirmados no Estoril Film Festival 2010, que decorre entre 5 e 14 de Novembro. Decorre neste momento a conferência de imprensa de anúncio da programação.

 

E entre os filmes confirmam-se "The American", de Corbjin, "Tournée", de Mathieu Amalric ou "Copie Conforme", de Abbas Kiarostami (integraram o Palmarés do Festival de Cannes), "Road to Nowhere", de Monte Hellman (o prémio de carreira no Festival de Veneza), "Chantrapas", de Otar Iosseliani, " Trash Humpers", de Harmonie Korine, " Winter's Boné", de Debra Granik ou "Machete", de Robert Rodriguez

NAS & DAMIAN "JR. GONG" MARLEY AO VIVO NO PAVILHÃO ATLÂNTICO

O Pavilhão Atlântico vai ser palco de uma grande festa de hip-hop e reggae quando Nas e Damian "Jr. Gong" Marley apresentarem em Abril de 2011, pela primeira vez em Portugal, o disco Distant Relatives, que editaram em conjunto este ano. Distant Relatives é a primeira colaboração entre artistas jamaicanos e americanos que termina num longa-duração e traça a linha directa entre o aparecimento do reggae e a revelação do hip-hop, alguns anos mais tarde. Quem melhor para levar a cabo esta missão do que Nas e Damian "Jr. Gong" Marley, que começaram a colaborar no disco do jamaicano, Welcome to Jamrock (2005). O norte-americano Nas é uma lenda do hip-hop desde o início dos anos 90 quando emergiu do bairro de Queensbridge em Long Island, um viveiro de rappers desde os anos 80. Filho do trompetista Olu Dara, Nas vendeu mais de 20 milhões de discos e foi nomeado para 11 Grammys, ao mesmo tempo que funcionou como embaixador da cultura hip-hop por todo o globo. O filho mais novo do imortal Bob Marley, Damian "Jr. Gong" Marley entrou para a história da música ao tornar-se no primeiro artista reggae a vencer um Grammy fora da categoria dedicada ao reggae quando levou para casa o galardão para "Best Urban/Alternative Performance" com o mega-êxito Welcome to Jamrock. O álbum com o mesmo nome venceu na categoria para "Best Reggae Album".

DJ Shadow Oferece 2 Temas

 

 

DJ Shadow "Def Surrounds Us" b/w "I've Been Trying" Single
The first new music to emerge from Shadow's as-yet-untitled 2011 album. "Def Surrounds Us" is an electro/dubstep/dnb-inspired epic that manages to deliver more than the sum of its influences; "I've Been Trying" is an intricately-crafted, soulful jam that goes down like molasses. Both are beasts, and both are classic Shadow. Free download for 24 hours.

 

Immediate download of 2-track album in your choice of 320k mp3, FLAC, or just about any other format you could possibly desire.

Free Download

Supertramp no Pavilhão Atlântico: O teu mal faz-me tão bem


A ausência de Roger Hodgson não foi tão sentida como se poderia esperar e os Supertramp levaram ao delírio milhares de fãs que estiveram no Pavilhão Atlântico.


À partida, seria um pouco estranho assistir a um concerto de Supertramp sem a voz de Roger Hodgson. No entanto, a experiência não é tão bizarra como assistir à sobrevivência das bandas de Freddie Mercury (Queen) ou Jim Morrison (Doors), uma vez que Roger Hodgson nunca chegou a ser um líder assim tão carismático dos Supertramp. Alguns minutos depois, as canções resistem à mudança de timbre e com alguma boa vontade e muito saudosismo é natural que o público se entregue à celebração.

 

São cerca de duas horas para recuperar duas dezenas de músicas; na sua maioria são clássicos eternizados pelas «Renascenças« por esse mundo fora. A onomastia é automática na associação ao refrão: «Ain`t Nobody but Me», «Breakfast in America» , «From Now On» , »Give a Little Bit» , »It's Raining Again», «Take the Long Way Home», «The Logical Song» ou «Goodbye Stranger».

São apenas alguns exemplos de um alinhamento perfeito que resume na perfeição o sucesso dos Supertramp ao longo dos seus onze álbuns de originais, o último editado há 8 anos.

 

Tirando o «pormenor» das ausências de Roger Hodgson e Dougie Thompson que os nossos ouvidos estão treinados a identificar nas vocalizações dos discos de estúdio e ao vivo, a banda está bem representada pelo fundador Rick Davies, vocalista e teclista, contando ainda com os lendários John Anthony Helliwell, saxofone e sopros, e Bob Siebenberg na bateria. O concerto é um sucesso de bilheteira e fica imortalizado numa pen vendida no fim da noite que contém a gravação do mesmo. Uma iniciativa da mesma empresa que já tinha feito o mesmo na última passagem de Mark Knopfler por Lisboa.

 

A actuação termina com um encore irresistível que começa com «School», lembrando que hoje há regresso escolar, «Dreamer», e terminado em grande com «Crime of the Century», título que podia ser utilizado contra a banda caso este regresso tivesse corrido mal. Não correu, há reuniões bem mais criminosas.

 

João Gonçalves

jjoaomcgoncalves@gmail.com

 

in Disco Digital

 

Supertramp Hoje No Atlântico

Os Supertramp anunciaram a digressão "70-10", em celebração dos 40 anos da edição do primeiro álbum, "Supertramp", em 1970. A digressão começa dia 2 de Setembro em Halle, na Alemanha, e inclui 35 concertos em vários países: Portugal, França, Alemanha, Áustria, Suíça, Espanha, Itália, Bélgica, Holanda, Inglaterra e Irlanda.

Para além do criador, vocalista e teclista, Rick Davies, a formação conta com os lendários membros dos Supertramp, John Anthony Helliwell, saxofone e sopros, e Bob Siebenberg, bateria. A formação fica completa com outros músicos que já estiveram em digressão com os Supertramp: Jesse Siebenberg, voz, guitarra e percussão; Cliff Hugo, baixo; Carl Verheyen, guitarra, e Lee Thornburg, sopros.

U2 esgotam hotéis de Coimbra

Os hotéis da região de Coimbra já se encontram esgotados para o fim-de-semana que irá receber o regresso dos U2 a Portugal.

A banda actua a 2 e 3 de Outubro no Estádio Cidade de Coimbra. A Lusa avança que muitas das unidades hoteleiras aproveitaram a ocasião para aumentar a diária: no Vila Galé Coimbra, com 229 quartos todos reservados, os preços subiram 50%.

No Tivoli, os valores aumentaram em 30% e no Ibis da Figueira da Foz mantiveram-se. Estes três hotéis encontram-se esgotados tal como os concertos dos U2.

redes sociais

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Mais sobre mim

foto do autor

Links

actualize-se

Festivais

  •  
  • sirva-se

  •  
  • blogues da vizinhança

  •  
  • músicas do mundo

  •  
  • recordar João Aguardela

  •  
  • ao vivo

  •  
  • lojas

  •  
  • Arquivo

    1. 2018
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    14. 2017
    15. J
    16. F
    17. M
    18. A
    19. M
    20. J
    21. J
    22. A
    23. S
    24. O
    25. N
    26. D
    27. 2016
    28. J
    29. F
    30. M
    31. A
    32. M
    33. J
    34. J
    35. A
    36. S
    37. O
    38. N
    39. D
    40. 2015
    41. J
    42. F
    43. M
    44. A
    45. M
    46. J
    47. J
    48. A
    49. S
    50. O
    51. N
    52. D
    53. 2014
    54. J
    55. F
    56. M
    57. A
    58. M
    59. J
    60. J
    61. A
    62. S
    63. O
    64. N
    65. D
    66. 2013
    67. J
    68. F
    69. M
    70. A
    71. M
    72. J
    73. J
    74. A
    75. S
    76. O
    77. N
    78. D
    79. 2012
    80. J
    81. F
    82. M
    83. A
    84. M
    85. J
    86. J
    87. A
    88. S
    89. O
    90. N
    91. D
    92. 2011
    93. J
    94. F
    95. M
    96. A
    97. M
    98. J
    99. J
    100. A
    101. S
    102. O
    103. N
    104. D
    105. 2010
    106. J
    107. F
    108. M
    109. A
    110. M
    111. J
    112. J
    113. A
    114. S
    115. O
    116. N
    117. D
    118. 2009
    119. J
    120. F
    121. M
    122. A
    123. M
    124. J
    125. J
    126. A
    127. S
    128. O
    129. N
    130. D
    131. 2008
    132. J
    133. F
    134. M
    135. A
    136. M
    137. J
    138. J
    139. A
    140. S
    141. O
    142. N
    143. D
    144. 2007
    145. J
    146. F
    147. M
    148. A
    149. M
    150. J
    151. J
    152. A
    153. S
    154. O
    155. N
    156. D
    157. 2006
    158. J
    159. F
    160. M
    161. A
    162. M
    163. J
    164. J
    165. A
    166. S
    167. O
    168. N
    169. D