Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Grandes Sons

Um pouco de música todos os dias. Ao vivo, em vídeo, discos, singles, notícias, fotos. Tudo à volta do rock e derivados.

Grandes Sons

Sexta, Grande Noite de Reggae


Na noite de sexta, depois de amanhã, há grande festa reggae para os lados de Carcavelos. Três concertos imperdíveis por razões diferentes. Os Groundation estão a lançar disco novo, bem bom por sinal, onde misturam um pouco de jazz com reggae, e ao vivo funciona ainda melhor.
A estreia em Portugal para a lenda U-Roy, o homem que revolucionou as vocalizações por cima dos instrumentais na Jamaica, e ainda a presença de Junior Murvin, autor do clássico Police & Thieves, álbum que é uma referência em qualquer discografia que se preze.
Festival Winter Jam a não perder sexta à noite. Lá estarei!

Hoje no Público

A Alma de Um Homem/The Soul of a Man de Wiw Wenders

““Estas músicas têm um grande significado para mim. Sinto que há mais verdade em qualquer uma delas do que em qualquer livro que li sobre a América, ou em qualquer livro que tenha lido.”
Wiw Wenders
“Quando foi convidado a realizar um dos filmes que integraria a série The Blues, Wim Wenders (Paris, Texas, 1984; Buena Vista Social Club, 1999) soube exactamente o que queria fazer. Por um lado, queria homenagear dois dos seus músicos favoritos – Skip James e J. B. Lenoir. Por outro lado, pretendia analisar a tensão dramática existente em muitos bluesman entre o sagrado (gospel) e o profano (blues).

O realizador acabaria por “servir-se” da história de Blind Willie Johnson (que, pela voz de Laurence Fishburn, constitui o narrador da película) para conseguir unificar o filme. Com um carácter fortemente pessoal, A Alma de Um Homem inclui imagens raras de arquivo e interpretações de artistas contemporâneos, como Nick Cave, Beck ou Eagle-Eye Cherry, de músicas de Skip James, J. B. Lenoir e Blind Willie Johnson.

EXTRAS:
Entrevista, comentários áudio e filmografia do realizador Wim Wenders
Actuações adicionais de Lou Reed (See That My Grave Is Kept Clean), Cassandra Wilson (Slow Down), Chris Thomas King (Revelations), Marc Ribot (Dark Was The Night, Cold Was The Ground)

Mos Def - «Tru3 Magic»

id="BLOGGER_PHOTO_ID_5033462670491601570" />
Falar em Mos Def é falar em «Black on Both Sides», fabuloso disco de estreia a solo que lhe valeu o título de Homem da Renascença do Hip Hop no final do século passado.
Com estreia tão auspiciosa o mais complicado seria gerir o resto da carreira, um problema que foi comum a tantos outros rappers como Jay-Z, Nas, ou mesmo Snoop Doog.

Dante Smith, o verdadeiro nome de Mos Def, optou por experimentar novos caminhos instrumentais em «The New Danger», de 2004, mas não convenceu nem fãs, nem críticos. E, pelos vistos, nem ele ficou muito contente, pois agora na hora do regresso há um claro regresso à fórmula inicial deixando-se de aproximações ao rock.

«Tru3 Magic», o 3 serve para assinalar o terceiro disco a solo, traz de volta Mos Def à boa forma lírica, há mensagens positivas – «There is a Way», há funk em «Undeniable», há críticas sociais em «Murder of A Teenage Life», e há um tributo às vítimas do Katrina em «Dollar Day».

Portanto, se estamos bem quanto a mensagens, ao melhor nível do rapper de Brooklyn, o resultado final falha essencialmente pela componente sonora. O facto de voltar às batidas mais próximas de «Black on Both Sides» prejudica-o porque não se sente especial inspiração. Há boas malhas, claro, mas nada que chegue a entusiasmar quem espera um sucessor à altura da estreia há tanto tempo. Ainda não foi desta.

in Disco Digital

redes sociais

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Mais sobre mim

foto do autor

Links

actualize-se

Festivais

  •  
  • sirva-se

  •  
  • blogues da vizinhança

  •  
  • músicas do mundo

  •  
  • recordar João Aguardela

  •  
  • ao vivo

  •  
  • lojas

  •  
  • Arquivo

    1. 2018
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    14. 2017
    15. J
    16. F
    17. M
    18. A
    19. M
    20. J
    21. J
    22. A
    23. S
    24. O
    25. N
    26. D
    27. 2016
    28. J
    29. F
    30. M
    31. A
    32. M
    33. J
    34. J
    35. A
    36. S
    37. O
    38. N
    39. D
    40. 2015
    41. J
    42. F
    43. M
    44. A
    45. M
    46. J
    47. J
    48. A
    49. S
    50. O
    51. N
    52. D
    53. 2014
    54. J
    55. F
    56. M
    57. A
    58. M
    59. J
    60. J
    61. A
    62. S
    63. O
    64. N
    65. D
    66. 2013
    67. J
    68. F
    69. M
    70. A
    71. M
    72. J
    73. J
    74. A
    75. S
    76. O
    77. N
    78. D
    79. 2012
    80. J
    81. F
    82. M
    83. A
    84. M
    85. J
    86. J
    87. A
    88. S
    89. O
    90. N
    91. D
    92. 2011
    93. J
    94. F
    95. M
    96. A
    97. M
    98. J
    99. J
    100. A
    101. S
    102. O
    103. N
    104. D
    105. 2010
    106. J
    107. F
    108. M
    109. A
    110. M
    111. J
    112. J
    113. A
    114. S
    115. O
    116. N
    117. D
    118. 2009
    119. J
    120. F
    121. M
    122. A
    123. M
    124. J
    125. J
    126. A
    127. S
    128. O
    129. N
    130. D
    131. 2008
    132. J
    133. F
    134. M
    135. A
    136. M
    137. J
    138. J
    139. A
    140. S
    141. O
    142. N
    143. D
    144. 2007
    145. J
    146. F
    147. M
    148. A
    149. M
    150. J
    151. J
    152. A
    153. S
    154. O
    155. N
    156. D
    157. 2006
    158. J
    159. F
    160. M
    161. A
    162. M
    163. J
    164. J
    165. A
    166. S
    167. O
    168. N
    169. D