Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Grandes Sons

Um pouco de música todos os dias. Ao vivo, em vídeo, discos, singles, notícias, fotos. Tudo à volta do rock e derivados.

Grandes Sons

Gil Scott-Heron em Lisboa e Porto

Músico americano de 61 anos actua na Aula Magna e em sala a anunciar, no Porto, em apresentação do novo I'm New Here .
O norte-americano Gil Scott-Heron actua na Aula Magna, em Lisboa, a 17 de Maio, e também deverá apresentar-se ao vivo no Porto em data e numa sala a anunciar brevemente, revela a organização dos espectáculos.

Aos 61 anos, Gil Scott-Heron, cuja carreira tem passado pelo jazz, funk, soul, spoken word e hip-hop, acaba de lançar o primeiro álbum em 16 anos. I'm New Here segue-se a uma fase marcada pelos problemas com drogas, álcool e dificuldades financeiras. Abordado no novo número da BLITZ, já nas bancas (capa Mão Morta), I'm New Here tem sido considerado um dos melhores álbuns de 2010.

Os bilhetes para o concerto de Gil Scott-Heron na Aula Magna, a 17 de Maio, estão à venda na Ticketline a partir da próxima Terça-feira, 2 de Março.

Fonte Blitz

Festival de Vilar de Mouros só regressa em 2011

O Festival de Vilar de Mouros vai regressar apenas em 2011, depois de goradas as tentativas de realização de uma edição em 2010, confirmou hoje à agência Lusa a autarca local, Sónia Fernandes.

O decano dos festivais portugueses de música ao ar livre pretende regressar com uma edição "em grande" comemorativa dos 40 anos do chamado "Woodstock português", que em 1971 levou à aldeia do Alto Minho milhares de pessoas para assistir aos concertos de Elton John e Manfred Mann.

Nos últimos meses, a Câmara de Caminha e a Junta de Freguesia de Vilar de Mouros tiveram contactos com algumas produtoras na tentativa de retomar o festival em 2010, mas não conseguiram reunir as condições necessárias.

O Festival de Vilar de Mouros não se realiza desde 2006, ano em que o 35.º aniversário foi assinalado com 35 bandas ao preço único de 35 euros.

A edição de 2007, para a qual estava anunciada a estreia em Portugal de Brian Wilson, dos Beach Boys, foi cancelada três semanas antes das datas programadas, com críticas da Portoeventos e Junta de Freguesia à escassez de apoios da Câmara de Caminha.

O diferendo só ficou sanado em abril de 2009, quando as três entidades assinaram um protocolo que abria a possibilidade do regresso do festival ainda esse ano, o que não chegou a acontecer.

O documento preconizava a criação de uma entidade constituída pela câmara e pela junta, "que, complementada com eventuais parcerias a celebrar com entidades terceiras, consiga levar a bom porto a reedição do festival já no ano de 2009".

As duas autarquias passaram a ter a mesma cor política em outubro de 2009, quando o PSD reconquistou a Junta de Vilar de Mouros por dois votos, interrompendo 20 anos de liderança da CDU.

Screamadelica de Volta


Com a industria discográfica em constante crise, abundam as novas formas de explorar o negócio da música. Cedência de direitos de imagem a jogos de computador, venda de "ringtones" para telemóveis, regressos de bandas há muito inactivas e. visitas ao baú dos álbuns míticos.

Pixies, Dinosaur Jr, Mudhoney, Slint ou os Stooges de Iggy Pop já o fizeram. Desta vez, são os Primal Scream a recordar o aclamado "Screamadelica", de 1991.

No dia 27 de Novembro, o disco vai passar a ser concerto (no Olympia, em Londres); os bilhetes já estão à venda. O alinhamento do concerto não terá nada a ver com o daqueles que o nosso país recebeu nos últimos dois anos (em 2009 no Festival Marés Vivas, em Gaia, um ano antes em Paredes de Coura). Temas que nunca foram tocados ao vivo e outros que são não tocados há alguns anos serão apresentados pela banda de Bobby Gillespie.

O disco de "Loaded", "Movin' on up" e "Come together", canções que quebraram o gelo entre os ritmos dançáveis do tecno e o rock, será integralmente interpretado pelos elementos actuais do colectivo escocês, por um fundamental coro de gospel e por Denise Johnson que, por uma noite, regressa à banda que abandonou há 15 anos.

Paralelamente a este revisitar de "Screamadelica", os Primal Scream estão a trabalhar no sucessor de "Beautiful Future" (2008).

fonte Público

Mike Scott dá música a W. B. Yeats

Os Waterboys já têm um caso com W. B. Yeats, o pai fundador da poesia irlandesa (e do mítico teatro nacional, da Irlanda, o Abbey Theatre), pelo menos desde que incluíram o poema "The stolen child" no alinhamento de "Fisherman's Blues", álbum de 1988. De 15 a 20 de Março levam esse caso mais longe com "An Appointment with Mr. Yeats".

Trata-se de uma série de cinco concertos (com prolongamento, em versão revista e aumentada, a 7 de Novembro, no novo Grand Canal Theatre) construídos a partir de uma "shortlist" de 20 poemas do autor.

É um projecto de Mike Scott, que se habituou em pequeno a folhear a poesia de Yeats nas prateleiras da mãe e que ali continua a encontrar os temas místicos e as cantigas de amor que o entusiasmam.

"An Appointment with Mr. Yeats" foi feito ao piano, com a poesia completa de Yeats à mão: "Lia a primeira linha de cada poema e, se ela me sugeria uma melodia, sabia que podia funcionar e que tinha ali material para trabalhar".

Os bilhetes para a primeira série de concertos já estão esgotados e, admite Mike Scott, é assustadora a ideia de levar Yeats "a sítios onde ele nunca foi" precisamente no teatro por ele fundado em 1904: "Yeats já foi musicado inúmeras vezes, mas sempre de maneira reverente. É o poeta nacional da Irlanda, e portanto pôr a poesia dele num concerto rock é um 'statement' radical. Mas o Abbey tem a tradição de investir em 'statements' radicais - a própria criação de um teatro nacional irlandês em 1904 foi um 'statement' radical".

À actual formação dos Waterboys vão juntar-se, em palco, Katie Kim (voz), Simon Wallace (teclas), Sarah Allen (flauta), Blaise Margall (trombone), Ash Soan (bateria), Marc Arciero (baixo) e Ruby Ashley (oboé). Dada a escala do projecto, ainda não é seguro que venha a circular por outros países; confirmada está, no entanto, uma edição em disco.

fonte Público

Empire of de Sun e The National confirmados no Super Bock Super Rock no Meco

Os australianos Empire of the Sun e Cuty Copy, os norte-americanos The National e os portugueses Rita Redshoes e Palma's Gang estão confirmados para a 16.ª edição do festival musical Super Bock Super Rock, que decorre entre 16 e 18 de Julho, no Meco, Sesimbra.

O festival decorrerá no mesmo local onde a promotora tinha organizado antes outro festival, o Hype@Meco, na Herdade do Cabeço da Flauta, perto da Praia do Meco, e será repartido por três palcos localizados.

O recinto tem capacidade para 30 mil pessoas e o custo das entradas varia entre 40 euros, para um dia, e 70 euros, preço do passe para os três dias, anunciou a organização do evento a cargo da promotora Música no Coração.

Os promotores do festival voltaram a mudar o formato do festival, depois de em 2009 ter repartido os concertos entre o Estádio do Restelo, em Lisboa, e o estádio Bessa XXI, no Porto.

Na década passada, algumas das edições do festival decorreram no Parque Tejo, na zona oriental de Lisboa, junto ao Parque das Nações. Os passeios marítimos de Alcântara e Algés foram outros locais onde já decorreu o Super Bock Super Rock.

Ao longo de 15 anos, o festival tem sido responsável pela presença em Portugal de sonantes nomes do pop, rock e metal internacional, como The Cure, Faith no More, Pixies, dEUS, Massive Attack, David Bowie, Muse, Prodigy e Metallica

Pág. 1/6

redes sociais

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

grandes sons de 2017

agenda

Mais sobre mim

foto do autor

Links

actualize-se

Festivais

  •  
  • sirva-se

  •  
  • blogues da vizinhança

  •  
  • músicas do mundo

  •  
  • recordar João Aguardela

  •  
  • ao vivo

  •  
  • lojas

  •  
  • Arquivo

    1. 2017
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    14. 2016
    15. J
    16. F
    17. M
    18. A
    19. M
    20. J
    21. J
    22. A
    23. S
    24. O
    25. N
    26. D
    27. 2015
    28. J
    29. F
    30. M
    31. A
    32. M
    33. J
    34. J
    35. A
    36. S
    37. O
    38. N
    39. D
    40. 2014
    41. J
    42. F
    43. M
    44. A
    45. M
    46. J
    47. J
    48. A
    49. S
    50. O
    51. N
    52. D
    53. 2013
    54. J
    55. F
    56. M
    57. A
    58. M
    59. J
    60. J
    61. A
    62. S
    63. O
    64. N
    65. D
    66. 2012
    67. J
    68. F
    69. M
    70. A
    71. M
    72. J
    73. J
    74. A
    75. S
    76. O
    77. N
    78. D
    79. 2011
    80. J
    81. F
    82. M
    83. A
    84. M
    85. J
    86. J
    87. A
    88. S
    89. O
    90. N
    91. D
    92. 2010
    93. J
    94. F
    95. M
    96. A
    97. M
    98. J
    99. J
    100. A
    101. S
    102. O
    103. N
    104. D
    105. 2009
    106. J
    107. F
    108. M
    109. A
    110. M
    111. J
    112. J
    113. A
    114. S
    115. O
    116. N
    117. D
    118. 2008
    119. J
    120. F
    121. M
    122. A
    123. M
    124. J
    125. J
    126. A
    127. S
    128. O
    129. N
    130. D
    131. 2007
    132. J
    133. F
    134. M
    135. A
    136. M
    137. J
    138. J
    139. A
    140. S
    141. O
    142. N
    143. D
    144. 2006
    145. J
    146. F
    147. M
    148. A
    149. M
    150. J
    151. J
    152. A
    153. S
    154. O
    155. N
    156. D