Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Grandes Sons

Um pouco de música todos os dias. Ao vivo, em vídeo, discos, singles, notícias, fotos. Tudo à volta do rock e derivados.

Grandes Sons

Wraygunn despedem-se de «Shangri-La»

Os Wraygunn fecham a digressão do álbum «Shangri-La» ontem no Teatro Sá da Bandeira (Porto) e hoje na Aula Magna.

O concerto de Lisboa será filmado para posterior edição em DVD.
As primeiras partes ficam por conta dos doismileoito (hoje) e Tiago Santos(sábado).
O preço dos bilhetes é de 15 euros. O espectáculo de Lisboa será transmitido em www.nokia.pt/onlive.

Stranglers na Aula Magna: Stranglers In The Night

Inesperada noite de loucura na Aula Magna que recebeu muito mais do que uma onda saudosista para celebrar os Stranglers. Foi uma noite de rock clássico numa viagem pela maior parte dos sucessos dos britânicos dos últimos 30 anos durante uma hora e meia que a plateia, composta de trintões e quarentões, recebeu em euforia.

Foi este o primeiro grande concerto de 2009. À chegada à sala o elevado número de espectadores pronunciava uma noite quente a contrastar com a chuva e os 7 graus que se sentiam na rua. Um rápido olhar pelas cadeiras denunciava a presença em força da classe de 70. No palco o nome da banda em grandes letras a fazer o habitual cenário que se conhece dos concertos dos Stranglers.

A entrada do carismático Jean-Jacques Burnel, acompanhado por Baz Warne, na banda desde 2000, e o teclista Dave Greenfield, nas teclas do grupo desde 1975, foi grandiosa. Rápidos e directos ao rock, todos vestidos de negro, e com a postura certa para empolgar logo os seus fãs.

Demorou pouco tempo a acontecer história na Aula Magna. Baz, e Burnel, não estavam a perceber porque é que o povo não se mexia das cadeiras, e com o estilo só ao alcance das grandes figuras do rock deram ordens para que os fãs descessem para o espaço em frente ao palco invadindo o espaço conhecido como doutorais quebrando assim a natural diferença de preços que separa os lugares! O pedido foi tão convincente que em segundos os seguranças não tiveram mãos a medir a tentar bloquear a passagem. Em vão, porque a classe de 70 quando toca a recordar os bons velhos tempos não perdoa e assim se viu uma verdadeira invasão em peso transformando aquele espaço habitualmente arrumadinho por poltronas numa autentica pista de dança que podia ser do saudoso «La Folie».

A imagem com que ficámos foi tão forte que aconselho os leitores a pesquisar por fotos, e vídeos do concerto. A partir daqui foi história. Um concerto cheio de energia, clássicos que se sucediam a uma velocidade alucinante, uma banda que assume o seu papel na história do rock e que o desempenha com invejável, e admirável, prazer.

Um concerto em formato best of e uma química com um público rendido, participativo, e empolgado que tornou esta passagem dos Stranglers por Lisboa numa noite para recordar sempre. Tal como os discos que carinhosamente guardamos nas nossas colecções há muitos anos.

in Disco Digital

Desmistificando os Sucessos dos Led Zeppelin!


Está tudo no Earfarm.com. As explicações são tão curiosas que não resisto a reproduzir o artigo aqui.

10. “Black Mountain Side” (LISTEN) - originally it was a traditional English folk song that appears on Bert Jansch’s 1966 album Jack Orion as “Blackwaterside” (LISTEN); yet it was credited on Led Zeppelin’s first album as a Jimmy Page composition. This is a common theme.

9. “Babe I’m Gonna Leave You” (LISTEN) - a folk song that was written by Anne Bredon in the late ’50s and then recorded by Joan Baez in 1963 (LISTEN). Led Zeppelin included the song on their 1969 debut Led Zeppelin credited as “trad., arr. Page” but then later changed (in the ’90s) to properly given credit to Bredon for writing the song.

8. “Since I’ve Been Lovin’ You” (LISTEN) - released on the album Led Zeppelin III, the song features lyrics taken from the Moby Grape song “Never” (MP3). Perhaps it was coincidence that Moby Grape was one of Robert Plant’s favorite bands…

7. “Moby Dick” (LISTEN) - a fan favorite during Led Zeppelin concerts, the guitar riff is eerily similar to (or, a nearly note-for-note ripoff of) a riff which appears on Bobby Parker’s 1961 single, “Watch Your Step” (LISTEN). Jimmy Page was an admitted fan of Parker’s, at one point even attempting to sign him to Led Zeppelin’s Swan Song Records label.

6. “In My Time Of Dying” (LISTEN) - this is a traditional blues song that has been covered by a LOT of musicians since the early ’60s when Bob Dylan covered it on his debut album (LISTEN). Unlike most musicians who record the song, Led Zeppelin could not admit the song wasn’t their own: Dylan credited the song “trad. arr. Dylan”, Zeppelin’s credits read “Page, Plant, John Paul Jones, John Bonham”.

5. “The Lemon Song” (LISTEN) - from Led Zeppelin II, this song steals heavily from the Howlin’ Wolf song “Killing Floor” (LISTEN), a song Led Zeppelin often played during their first tour of the United States. I say “steal” because the credits on Led Zeppelin II attribute the song solely to Page, Plant, Jones, and Bonham.

4. “Bring It On Home” (LISTEN) - written by Willie Dixon and made famous by Sonny Boy Williamson II, Led Zeppelin’s version from Led Zeppelin II featured an intro and outro that were deliberate homages to the original. However, Willie Dixon was not given a writing credit for the track and Arc Music later filed a lawsuit against Led Zeppelin for copyright infringement. The case was settled out of court.

3. “Whole Lotta Love” (LISTEN) - released on Led Zeppelin II, this song was the band’s first hit single. It was not, however, an original composition as the album credits originally claimed. In fact, the lyrics are heavily taken from “You Need Love” by Willie Dixon (MP3) whose label would later file a lawsuit claiming copyright infringement in 1985 (see above).

2. “Stairway To Heaven” (LISTEN) - yes, even this most classic of all Zeppelin songs is based upon another band’s music. Nooo! Not “Stairway”, say it ain’t so! Well, the main guitar riff sounds an awful lot like the song “Taurus” by the band Spirit (LISTEN), doesn’t it? Especially when you consider that Led Zeppelin toured with Spirit in 1969…

1. “Dazed And Confused” (LISTEN) - released on Led Zeppelin’s first album, the song was originally credited as “written by Jimmy Page” and was one of the band’s most signature songs. However, it was NOT written by Jimmy Page. In fact, “Dazed and Confused” was originally penned by folk singer Jake Holmes (LISTEN) who caught Page’s attention one night at the Village Theater in Greenwich Village while opening for The Yardbirds (Page’s band at the time). Jimmy arranged a version of the song for The Yardbirds but didn’t record a studio version until 1969 with Led Zeppelin. “Dazed And Confused” went on to become the highlight of Zeppelin shows for their entire career, Jake Holmes never sought any manner of legal action.

Rodrigo Maranhão no CCB

O cantor, compositor e instrumentista carioca (a ordem dos factores não altera o talento), Rodrigo Maranhão, actua em Portugal, dia 18 de Fevereiro no Grande Auditório do Centro Cultural de Belém, onde irá apresentar o primeiro disco, "Bordado".

Depois de uma década a emprestar as suas canções a grandes nomes da música brasileira, Rodrigo Maranhão, reuniu os grandes êxitos que compôs ao longo da carreira, num fascinante disco de estreia, "Bordado", onde se apresenta de forma crua e intimista.

"Caminho das Águas", popularizado por Maria Rita e que lhe valeu um Grammy na categoria de "Melhor Canção Brasileira" em 2006, "Olho de Boi", cantado por Roberta Sá e "O Osso", gravado por Anna Luisa, são alguns dos temas que Rodrigo Maranhão apresenta agora com a sua marca autoral.

Para o ajudar a gravar o disco, Rodrigo Maranhão, contou com a participação de vários músicos brasileiros de eleição como André Moreno e Dudu Fuentes, na percursão, Thiago Sábbato, na guitarra, e Marcelo Caldi, no acordeão.

O sucesso de "Bordado" garantiu-lhe a nomeação para três categorias dos Prémios TIM de 2008, o mais importante galardão da música brasileira, tendo ganho o galardão de "Revelação" e "Melhor Cantor Regional".

18 DE FEVEREIRO (CCB - GRANDE AUDITÓRIO)
1ª PLATEIA * 25,00 EUROS
2ª PLATEIA * 22,00 EUROS
1º BALCÃO * 20,00 EUROS
2º BALCÃO * 18,00 EUROS
CAMAROTES CENTRAIS * 25,00 EUROS
CAMAROTES LATERAIS * 22,00 EUROS
BALCÃO LATERAL * 20,00 EUROS
LATERAIS * 22,00 EUROS
GALERIA * 18,00 EUROS

Info: Everything is New

Pág. 1/5

redes sociais

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

grandes sons de 2017

agenda

Mais sobre mim

foto do autor

Links

actualize-se

Festivais

  •  
  • sirva-se

  •  
  • blogues da vizinhança

  •  
  • músicas do mundo

  •  
  • recordar João Aguardela

  •  
  • ao vivo

  •  
  • lojas

  •  
  • Arquivo

    1. 2017
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    14. 2016
    15. J
    16. F
    17. M
    18. A
    19. M
    20. J
    21. J
    22. A
    23. S
    24. O
    25. N
    26. D
    27. 2015
    28. J
    29. F
    30. M
    31. A
    32. M
    33. J
    34. J
    35. A
    36. S
    37. O
    38. N
    39. D
    40. 2014
    41. J
    42. F
    43. M
    44. A
    45. M
    46. J
    47. J
    48. A
    49. S
    50. O
    51. N
    52. D
    53. 2013
    54. J
    55. F
    56. M
    57. A
    58. M
    59. J
    60. J
    61. A
    62. S
    63. O
    64. N
    65. D
    66. 2012
    67. J
    68. F
    69. M
    70. A
    71. M
    72. J
    73. J
    74. A
    75. S
    76. O
    77. N
    78. D
    79. 2011
    80. J
    81. F
    82. M
    83. A
    84. M
    85. J
    86. J
    87. A
    88. S
    89. O
    90. N
    91. D
    92. 2010
    93. J
    94. F
    95. M
    96. A
    97. M
    98. J
    99. J
    100. A
    101. S
    102. O
    103. N
    104. D
    105. 2009
    106. J
    107. F
    108. M
    109. A
    110. M
    111. J
    112. J
    113. A
    114. S
    115. O
    116. N
    117. D
    118. 2008
    119. J
    120. F
    121. M
    122. A
    123. M
    124. J
    125. J
    126. A
    127. S
    128. O
    129. N
    130. D
    131. 2007
    132. J
    133. F
    134. M
    135. A
    136. M
    137. J
    138. J
    139. A
    140. S
    141. O
    142. N
    143. D
    144. 2006
    145. J
    146. F
    147. M
    148. A
    149. M
    150. J
    151. J
    152. A
    153. S
    154. O
    155. N
    156. D