Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Grandes Sons

Um pouco de música todos os dias. Ao vivo, em vídeo, discos, singles, notícias, fotos. Tudo à volta do rock e derivados.

Grandes Sons

Hoje em Lisboa - Quantic



Como já vem sendo hábito as opções para passar a noite a ouvir, e ver, concertos na capital é enorme. É consultar a AGENDA e escolher. No entanto destacam-se o concerto dos Dead Combo na ZdB, e a minha sugestão recai no Dj set de Quantic no bar Estado Líquido.
Will Holland é o nome por detrás de Quantic, um homem dedicado a vários tipos de som com especial apetência pelo funk, e com alguns discos muito bons editados.
Hoje vem apresentar “An announcement to answer”, álbum gravado em Porto Rico.
Escolham o vosso destino e divirtam-se

Amparanóia em Loulé no Festival Med


Já decorre o Festival Med em Loulé. Um conselho para quem está a pensar rumar a sul, ou já lá se encontra, hoje é imperdível a noite do Festival Med.
Souad Massi é uma cantora, e guitarrista, que vai apresentar os sons da sua Argélia mesclados com outras andanças. E a grande atracção da noite são os Amparanoia. Concerto que é garantia de enorme festa à frente do palco, Amparo Mercedes Sanchez e os seus músicos não dão descanso a ninguém, e de rumbas a reggae, com ska e tudo o mais pelo meio, é sempre a dançar. Depois da passagem pelo palco de World Music do Rock in Rio 2004, a presença dos Amparanoia é sempre de ser saudade entre nós. Quem tiver oportunidade não hesite em dar um salto a Loulé logo à noite.

Reggae na Casa da Música: Hoje e Amanhã

Para quem estiver por perto da zona do Porto não pode perder o Festival de Reggae a acontecer na Casa do Música.
Hoje à noite há o reggae puro e clássico dos Wailers, a banda que revelou ao mundo Peter Tosh, e Bob Marley. Também a não perder é o concerto dos Jamaica All Stars, e noite dentro é de ficar a dançar ao som do Dj Bob Figurante.
Amanhã a noite é dedicada ao dub e conta com dois grandes nomes do género, Zion Train e o mestre Mad Professor.
Absolutamente imperdível!

Think of One@Teatro Variedades, Parque Mayer


Foi na noite passada que aconteceu mais uma daquelas belas surpresas que nos fazem sentir recompensados por tanto gostarmos de música, e por fazermos por estar atentos ao que se vai passando à nossa volta. Não conhecia os Think of One de lado nenhum, nem me lembro de nunca ter lido nada sobre eles. Mas um apelo do grande Vítor Junqueira arrastou-me até ao Parque Mayer para espreitar o concerto.
Não foram precisos mais de 5 minutos para perceber que tinha a noite ganha. É amor à primeira vista. Um palco com uma dezena de músicos, há sopros, há batuques, há guitarras, e há uma senhora de mais de 60 anos a cantar com uma jovialidade, e alegria impressionantes! Tudo com sotaque brasileiro, e com sons do nordeste.
Nem parece uma banda com mentores belgas, mas é. Os Think of One já editaram vários discos, cada um dedicado a diferentes culturas (visitem o site oficial clicando em cima do nome da banda) .
Para o caso deste concerto interessa falar de "Tráfico", disco que foi a base da apresentação que Lisboa pode ver, ouvir, e especialmente dançar. Foi uma festança, cada tema contagiava a plateia, e o velhinho Variedades tremeu com tanta movimentação.
Candidato a concerto do ano.

5ª Feira de Blues nas Catacumbas


Como é a última 5ª feira do mês há concerto de blues para ver noite dentro nas Catacumbas, Bairro Alto. Dos amigos Nobody's Bizness recebi o seguinte convite:

Amigos e amigas do copo, da garrafa e da Nobody's Bizness

O agrupamento mais tinto deste lado da vinha anda louco com a Selecção Nacional (não a dos Figos mas a das Uvas). Estamos roucos de gritar por elas, TRINCADEIRA! TRINCADEIRA! BAGA! BAGA! TOURIGA! TOURIGA! e não nos cansamos de vestir a camisola nem de apoiar os vinhos nacionais sempre que o País assim o pede.
E como amanhã é dia, contamos com a claque para mostrar dedicação e orgulho pelos vinhos nacionais e, já que estaremos todos de copo na mão, para bebericar ao som da Nobody's Bizness, verdadeiros hooligans da copofonia do Bairro Alto.
Não colocámos bandeiras à janela de casa e muito menos (zeus nos livre!) do carro, mas seguimos de copo ao peito em defesa dos mais altos valores do Delta do Mississipi, do Quinta da Bacalhôa, do D. Ermelinda e das mais variadas castas das Quintas do Douro, Ribatejo, Alentejo, Terras do Sado, Alenquer, Xabregas, Loures e Almargem do Bispo. Abrimos as portas às adegas do blues para, juntamente com todos vós, embriagar o espírito e apoiar a Selecção, a NOSSA Selecção, amanhã no Catacumbas Jazz Bar (Travessa Água da Flor, n.º43), às 23h29m, mais copo menos copo.

A entrada é livre, a Selecção é que não.

Quem somos e o que fazemos, há muito nos esqueceu. Oferecemos entradas duplas para o concerto a quem conseguir elucidar-nos.
--
Nobody's Bizness if we share the blues with you.
http://www.myspace.com/nobodysbiznessband
Isto NÃO é SPAM. É vinho do bom.

A não perder.

Alinhamento do Concerto de Lou Rhodes

Não fui à Aula Magna mas partilho aqui o alinhamento do concerto da ex-Lamb na noite passada em Lisboa. Consta que foi um concerto agradável para quem já conhecia o seu disco a solo, para quem ia à procura dos êxitos dos Lamb teve azar
:
no re run
treat her gently
fortress
inlakesh
each moment new
beloved one
all we are
save me
tremble
tour face
to survive
why
-----
bloom
gabriel
-----
lullaby

Hoje há Lou Rhodes na Aula Magna


Os Lamb terminaram em 2004, mas a vocalista Lou Rhodes decidiu continuar a sua carreira a solo. Retirou-se para o campo, fugiu ao centro urbano, e em tranquilidade absoluta gravou um disco em nome próprio que é digno de ser ouvido. Em boa hora Lou Rhodes seguiu este caminho, mesmo porque o futuro dos Lamb parecia condenado ao desinteresse musical. Aqui em "Beloved One" voltamos a sentir a emoção da voz única de Rhodes a cantar 11 belas canções.
É este disco que ela vem apresentar hoje em Lisboa, e amanhã no Porto no cinema Batalha, e é uma excelente oportunidade para apreciar as músicas ao vivo.
A primeira parte fica a cargo de Oddur Runarsson, guitarrista que também era dos Lamb e acompanha Lou Rhodes. Toca guitarra e canta a abrir a noite.
Começo marcado para as 23h, bilhetes entre os 18 e 22€.

Hoje Há Gaiteiros de Lisboa no CCB

CCBCartazGR.jpg (42047 bytes)

À beira dos 15 anos de carreira, os Gaiteiros de Lisboa regressam para mais uma aventura musical que não vai deixar ninguém indiferente.
No seu quarto álbum de originais, Sátiro, Carlos Guerreiro, José Manuel David, José Salgueiro, Paulo Marinho, Pedro Casaes, Rui Vaz e Pedro Calado, percorrem desde os puros sons de Trás-os-Montes a alteradas polifonias alentejanas, passando por estruturas de canção e até — imagine-se! — pelo fado. Tudo passado pelo crivo da abordagem tudo menos ortodoxa dos Gaiteiros de Lisboa.
É este disco, a editar brevemente, que serve de fio condutor ao retorno dos Gaiteiros de Lisboa aos palcos da cidade que os viu nascer há quase 15 anos: a 27 de Junho no Grande Auditório do CCB, os Gaiteiros mostram Sátiro ... e também os melhores momentos dos anteriores Invasões Bárbaras, Bocas do Inferno e Macaréu numa noite que promete...

...toquem gaiteiros que nós dançaremos...

Bilhetes à venda: Bilheteira do Centro Cultural de Belém, Fnac, Agências ABEP e Alvalade, e Ticketline (Reservas: +351 707234234 e Sapo).

Preço dos Bilhetes entre 10 € e 20 €


do site: Gaiteiros de Lisboa

Pág. 1/8

redes sociais

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

grandes sons de 2017

agenda

Mais sobre mim

foto do autor

Links

actualize-se

Festivais

  •  
  • sirva-se

  •  
  • blogues da vizinhança

  •  
  • músicas do mundo

  •  
  • recordar João Aguardela

  •  
  • ao vivo

  •  
  • lojas

  •  
  • Arquivo

    1. 2017
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    14. 2016
    15. J
    16. F
    17. M
    18. A
    19. M
    20. J
    21. J
    22. A
    23. S
    24. O
    25. N
    26. D
    27. 2015
    28. J
    29. F
    30. M
    31. A
    32. M
    33. J
    34. J
    35. A
    36. S
    37. O
    38. N
    39. D
    40. 2014
    41. J
    42. F
    43. M
    44. A
    45. M
    46. J
    47. J
    48. A
    49. S
    50. O
    51. N
    52. D
    53. 2013
    54. J
    55. F
    56. M
    57. A
    58. M
    59. J
    60. J
    61. A
    62. S
    63. O
    64. N
    65. D
    66. 2012
    67. J
    68. F
    69. M
    70. A
    71. M
    72. J
    73. J
    74. A
    75. S
    76. O
    77. N
    78. D
    79. 2011
    80. J
    81. F
    82. M
    83. A
    84. M
    85. J
    86. J
    87. A
    88. S
    89. O
    90. N
    91. D
    92. 2010
    93. J
    94. F
    95. M
    96. A
    97. M
    98. J
    99. J
    100. A
    101. S
    102. O
    103. N
    104. D
    105. 2009
    106. J
    107. F
    108. M
    109. A
    110. M
    111. J
    112. J
    113. A
    114. S
    115. O
    116. N
    117. D
    118. 2008
    119. J
    120. F
    121. M
    122. A
    123. M
    124. J
    125. J
    126. A
    127. S
    128. O
    129. N
    130. D
    131. 2007
    132. J
    133. F
    134. M
    135. A
    136. M
    137. J
    138. J
    139. A
    140. S
    141. O
    142. N
    143. D
    144. 2006
    145. J
    146. F
    147. M
    148. A
    149. M
    150. J
    151. J
    152. A
    153. S
    154. O
    155. N
    156. D